10 Dicas para economizar com o seguro do carro

guiabolso

Atualizado em 04/11/2020

Item quase indispensável hoje em dia, o seguro do automóvel varia conforme o perfil do titular da apólice. Você já parou para pensar como as seguradoras definem qual preço cobrar? Em geral, a seguradora analisa quatro quesitos para avaliar o preço a ser cobrado: Modelo do Carro, Perfil do Motorista, Endereço e Equipamentos de Segurança. Veja como conseguir o melhor preço em cada um desses itens:  

Como conseguir um preço melhor na análise do Modelo do Carro

1) Simule o valor do seguro do carro antes de comprar o automóvel

60% do que você paga no seguro se deve ao modelo do carro que você tem. A seguradora avalia o índice de roubos ou furtos desse modelo, se possui acessórios diferenciados que com certeza serão mais difíceis ou caros para repor em caso de colisão ou roubo, entre outras particularidades do veículo. Para ter o melhor preço o ideal é simular o valor do seguro antes mesmo de comprar o carro. No app do Guiabolso, você consegue simular o valor do seu veículo, além de receber dicas personalizadas para o seu perfil.

Leia mais Seguro para carros: como funciona e como simular?

2) Evite os carros com maiores riscos

Carros de luxo, utilitários, antigos ou fora de linha e aqueles modelos mais roubados costumam ter um seguro que pode ser até 4x mais caro que os carros fora dessas categorias.

3) Escolha bem o tipo de Franquia

A franquia é o valor que o cliente paga em caso de perda parcial que não envolve terceiros, arcando com parte do prejuízo. Ao escolher a Franquia Normal, o segurado paga o valor total estabelecido para a categoria do seu veículo, já na franquia reduzida paga metade do valor da categoria do veículo. Na prática ficaria assim: imaginemos 2 clientes que possuem o mesmo carro cujo conserto do sinistro ficaria R$ 8.000. O que contratou a franquia normal, vai pagar R$ 2.000 pelo conserto e a seguradora paga os R$ 6.000 que restam. Já o que contratou a franquia reduzida vai pagar R$ 1000, ou seja, metade da normal e a seguradora completa com os R$ 7.000 que faltam.

4) Saiba bem o valor da quilometragem

Quanto maior o valor da quilometragem, maior é o risco ao qual o seu carro está exposto e isso encarece o seguro do carro. Na hora de preencher o formulário informe uma quilometragem que corresponda com a sua realidade ou esse pequeno detalhe pode alterar bastante o preço.

Como conseguir um preço melhor na análise do Perfil do Motorista

O Perfil do Motorista representa 20% do preço e neste quesito as variáveis são grandes. As mulheres pagam mais barato do que os homens mas independente do gênero, qualquer pessoa que tenha entre 18 e 25 anos pagará um pouco mais caro. O estado civil é outro ponto que influencia. Os casados pagam mais barato, já os divorciados tendem a pagar um pouco mais já que figuram entre os que mais se envolvem em sinistros. Para conseguir um preço melhor, observe estas dicas:

5) Tenha um bom Histórico de Condutor

Quanto menos você se envolver em sinistros ou tiver acionado a sua seguradora anterior, mais chances você tem de baratear o seu seguro do carro, isso porque o seu histórico prova que você apresenta menos riscos para a seguradora do que outro motorista.

Leia sobre: Seguro de carro: por que contratar?

6) Aproveite o seu Bônus

Quando você tem um bom histórico de condutor, as seguradoras costumam oferecer um bônus que nada mais é do que uma premiação pelo seu “bom comportamento”. Cada seguradora tem a sua política de bonificação mas em geral um bônus permite que você acumule pontos ou classificações que inclusive podem melhorar o valor do seu seguro na renovação, até mesmo quando ela é feita com outra seguradora. É um benefício que você não perde com a transferência.

Como conseguir um preço melhor na análise do Endereço do Motorista

Representando 10% do preço do seguro do carro está o Endereço do Motorista onde se avalia o grau de risco deste local.

7) Tenha uma Garagem:

Se o seu carro fica em uma garagem, ele apresenta menos riscos de roubos e acidentes e isso com certeza deixa o seu seguro mais barato.

8) Não use o endereço da casa do interior

Um carro com endereço no interior será bem mais barato que um carro com endereço na capital mas se você informar esse endereço apenas para pagar menos pode correr o risco de não ser indenizado caso aconteça alguma coisa e ficar provado que seu real endereço não era esse. Não ser indenizado é muito mais caro do que pagar pelo endereço verdadeiro.

Como garantir 10% de desconto

Os Equipamentos de Segurança somam os 10% que faltavam para o preço final. Talvez esse seja o item em que conseguir um bom desconto seja mais fácil.

9) Instale equipamentos de segurança

Quando um carro possui rastreadores ou qualquer equipamento se segurança, o valor do seguro do carro pode reduzir até 10%.

Dica Extra de Economia

10) Não contrate mais coberturas do que realmente precisa

Existem vários tipos de seguros no mercado para atender as mais diversas necessidades mas quanto mais benefícios, mais caro o seguro fica. Analise bem a sua realidade e contrate apenas as coberturas que realmente precisa. Não é inteligente deixar de fora as coberturas que podem gerar uma grande economia em caso de necessidade, como o carro reserva, por exemplo. Alugar um carro ou andar de táxi enquanto ele está sendo consertado pode sair bem caro mas há outras coberturas que você pode ficar sem.

A Youse, parceira do Guiabolso, oferece franquias personalizadas, ou seja, você pode escolher quais serão as coberturas para o seu perfil. Dessa forma, você consegue adequar qualquer tipo de franquia para o que faz sentido pra você.

Você ainda não tem seguro auto e quer contratar uma cobertura 100% online e personalizada?

Baixar app Guiabolso

Leia mais:

 

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *