Redução de dívidas: evite o cheque especial e o pagamento parcial no cartão de crédito

reducao-de-dividas-salario

Redução de dívidas é uma medida necessária para quem tem um orçamento normal. Mas, afinal, o Brasil não está bombando na economia mundial? Pois é, isso todo mundo sabe. Porém, será que todas as pessoas vivem esta situação da mesma forma?

Também é sabido que existe muita gente se endividando, comprando e comprando, deixando para pagar sei lá quando e, no fim, o dinheiro acaba faltando. A facilidade do pagamento parcial no cartão de crédito e o uso do cheque especial acabam sendo uma faca de dois gumes: na hora de comprar, maravilha, mas quando percebemos, todas aquelas aquisições estão lá acumuladas. E não há redução de dívidas que resista a dezenas de pequenas contas pesando mais, mês a mês, na sua conta bancária.

O que fazer? Em primeiro lugar, evite o pagamento parcial no cartão de crédito. É melhor pagar de uma vez para ter consciência do que você está gastando. Quando o cheque especial começar a tomar dimensões alarmantes, o melhor é simplesmente pensar bem antes de comprar, pois ninguém gosta de ver aquela conta ficando cada vez mais negativa por causa dos juros altos.

Por que não economizar um pouco, colocando o dinheiro de lado, pensando naquela compra maior? Embora pareça uma medida impossível, a redução de dívidas passa obrigatoriamente por uma contabilidade controlada, onde cada gasto é planejado com cuidado. Somente assim é que você pode saber o quanto possui e o quanto pode gastar, evitando que seu dinheiro seja consumido pelas taxas de juros dos bancos e das companhias de cartões de crédito.

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *