Redes de fast food visam expansão no Brasil

Várias notícias recentes apontam um impressionante crescimento de redes de restaurantes fast food no mercado brasileiro. Cada uma das quatro grandes – Bob´s, Subway, Burger King e McDonald´s – travam uma verdadeira batalha na busca por ampliar sua participação e, assim, encerram o ano de 2012 com um crescimento vertiginoso de novas lojas – o mais acentuado dos últimos dez anos – em um aumento de 782 lojas, ¼ a mais que em 2011.

Para o líder McDonald´s, o crescimento é de mais 70 lojas em 2012 – foram 47 em 2011 e 40 no ano anterior –, já o Bob´s, que já teve uma enorme expansão no ano passado, deverá se manter muito bem em 2012. Para o Burger King, as notícias que chegam também são muito interessantes, uma vez que o número de lojas dobrou no mercado brasileiro desde que um novo grupo de investidores assumiu o comando da empresa, isso há apenas dois anos. A meta da empresa é bem ambiciosa: em quatro anos desejam bater a marca de 300 mil lojas.


As notícias sobre a Subway são as mais surpreendentes. A empresa tem inaugurado uma nova loja a cada dia, o que coloca o Brasil como o território onde a marca mais cresce, fora da sede, nos Estados Unidos. Ainda este ano, serão 1000 lojas. O resultado que pode ser atribuído às dimensões reduzidas de seus estabelecimentos. Seu modelo de franquias é bem diferente em relação às outras três concorrentes: cada empresário pode deter o número de lojas que desejar. Como resultado, há 490 franqueados e poucos possuem apenas uma loja. As outras empresas desejam concentrar um número maior de lojas em poucas mãos.


Esse mercado de fast food teve uma movimentação de um total estimado de 55 bilhões de reais no ano de 2011 e deverá crescer mais da metade desse valor em quatro anos. Tal modificação do panorama do mercado se relaciona à economia brasileira em expansão, que prevê mais pessoas no mercado de trabalho, que se alimentam de maneira rápida, fora de casa.


O que acha dessas notícias sobre o mercado de comida rápida no país? Você gosta deste tipo de alimentação?

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *