5 histórias de pessoas que ganharam muito economizando dinheiro

02J74135

02J74135

Não existe nenhum meio mais eficaz de manter a saúde das finanças do que economizando, afinal, poupar dinheiro costuma ser reflexo de tranquilidade financeira e contas pagas em dia. Além disso, quem economiza consegue amortizar os impactos de imprevistos e ainda possui mais facilidade de conquistar objetivos materiais. Boa parte das pessoas sabe disso, mas mesmo assim não consegue poupar.

Economizar é realmente uma tarefa difícil que demanda disciplina, organização, planejamento e, sobretudo, esforço. Mesmo sendo algo muito trabalhoso, poupar é possível. Você duvida? Então confira o nosso artigo e conheça 5 exemplos de pessoas que conseguiram economizar e inspire-se para começar!

 

Andrew Hallam: o poder da disciplina

Andrew Hallam é uma prova viva de que economizar não é um bicho de sete cabeças quando se tem objetivos claramente definidos. Professor e autor da obra Millionaire Teacher, ele conseguiu juntar mais de $ 1 milhão de dólares, mesmo exercendo um ofício simples e ganhando um salário limitado. No livro ele conta – em 9 lições que deveriam ser aprendidas na escola – como atingiu a proeza de economizar e revela que o grande segredo é ser disciplinado. Hoje, Andrew Hallam possui uma boa reserva e conta com uma liberdade financeira que muitos de seus colegas estão longe de conquistar.

 

Judith Levine: cortando de vez os supérfluos

Eis outro exemplo curioso e motivador de economia! Judith Levine é uma jornalista americana que passou um ano sem comprar nada supérfluo. Durante 12 meses Judith priorizou os gastos essenciais e eliminou tudo o que era desnecessário. Ela cortou despesas com DVD´s, CD´s, alimentos processados, roupas e afins.

Judith relata no livro  Not Buying It: My Year Without Shopping, que a economia impactou negativamente sua vida social, já que ela teve que recusar convites para sair. Em contrapartida, a jornalista economizou aproximadamente US$ 8 mil. Não precisamos ser tão radicais a ponto de deixar de lado o lazer e o bem-estar, mas a principal lição transmitida por Judith é que sempre devemos fazer um auto-questionamento: “será que realmente preciso disso?”. Se soubermos cortar o não-essencial, dificilmente as finanças desandarão.

 

Mr. Money Mustache: aposentadoria aos 30 anos

O engenheiro Pete, conhecido na internet como Mr. Money Mustache, é a economia em pessoa! Ele leva uma vida simples, economiza o máximo de dinheiro possível e as suas dicas financeiras estão fazendo tanto sucesso na rede, que o número de adeptos da filosofia do Mr. Money Mustache só aumenta.

Totalmente avesso a desperdícios e ao consumismo excessivo, Pete trocou o carro pela bicicleta, pechinchou na hora de comprar a casa, estabelece um limite de gastos mensais, ensina seu filho a poupar e possui hábitos nada extravagantes. O fato mais curioso dessa história é que o Mr. Money economizou 2/3 de seu salário durante os anos que trabalhou, investiu esse dinheiro, comprou imóveis para arrendamento e ao completar 30 anos já não precisava mais trabalhar. Ele mesmo se intitula como aposentado! É um tanto quanto excêntrico, mas o fato é que Pete prova que ninguém precisa nascer rico ou ganhar na loteria para ter as finanças em dia.

 

Vagner Meneses Pereira: dos palcos da Xuxa para a educação financeira

Vagner Meneses Pereira, mais conhecido como Fly, é um coreógrafo muito famoso no Brasil. Ele se tornou conhecido depois de permanecer por anos no Programa da Xuxa. Mais recentemente, Fly tem sido visto no Caldeirão do Huck, treinando participantes para os desafios de dança. O que isso tem a ver com finanças? Calma que você já vai entender!

Na década de 90, no auge do sucesso, Fly passou a lidar com mais dinheiro do que havia recebido em toda a sua vida. Sem saber administrar as finanças, o coreógrafo passou a gastar mais do que ganhava, contraiu dívidas grandes, incluindo financiamento veicular e abertura de uma academia. Sem maturidade – e nem capital de giro –  Fly chegou a ficar com o nome sujo e a dívida total ultrapassou R$ 80 mil, somando-se débitos com cartão, cheque especial e empréstimos. Para sair do problema, ele chegou a buscar ajuda profissional, mas como a consultoria era paga, decidiu ele mesmo pesquisar sobre o assunto.

Estudando sozinho, Fly aprendeu a economizar e começou a compartilhar dicas de finanças com seus amigos e familiares. Aos poucos, sua vida financeira foi entrando nos eixos e, hoje, ele é consultor financeiro e assina o livro “Como saí do Buraco”. Atualmente, várias empresas contratam a palestra de Fly e ganham o bônus de ter um evento leve e divertido, com dança, música e principalmente, educação financeira.

 

Rita Graczyk: o sonho da casa própria

Essa história ainda não virou livro, mas bem que daria um belo enredo! Rita Graczyk é uma faxineira aposentada que realizava duas faxinas por dia, de segunda a segunda. Para fazer o trabalho render, Rita ficava de olho no relógio. Segundo ela, é importante economizar tudo, até o tempo! Com essa mesma mentalidade, a faxineira economizava também no transporte e ia para o trabalho a pé. Ela preferia acordar cedo para chegar na hora e economizar o dinheiro da passagem.

O resultado de tanta disciplina financeira foi a conquista da casa própria. Rita pagou à vista um apartamento de 155 m2 em Santa Catarina. Ela afirma que isso só foi possível por que nunca gastou mais do que recebia e sempre priorizou o pagamento das contas em dia para não ter que pagar juros. É ou não é um grande exemplo de economia?

 

E aí, inspirado com essas histórias? Se eles conseguiram, você também. É tudo uma questão de hábito e vontade. Conte com a gente!

Comentários

comentários

5 Comments

  1. POR ONDE EU COMEÇO

    • Olá Emilio,

      Para começar a economizar, é interessante você começar a entender como você está gastando seu dinheiro.Liste seus gastos e procure entender se você está gastando com aquilo que realmente importa para você. Para começar, tente destinar todo mês uma pequena quantia do seu salário para a poupança. É importante planejar seus gastos para que você consiga montar uma reserva financeira significativa aos poucos.

  2. Adorei esse post, são grandes exemplos. Valeu Guia Bolso por mais este! GUIA BOLSO D+

    • Olá Eduardo, ficamos felizes que tenha gostado do texto. São histórias que realmente nos motivam a começar a economizar!

  3. Olá tenho 24 anos comecei trabalhar com 20 anos e comecei ser economista aos 23 comprei minha casa de 2 quartos simples alugo e tenho em mente mais três até antes dos 30 anos creio ter umas 12 e que nem preciso trabalhar ou melhor posso escolher trabalho a vontade ... espero que um dia minha história vire livro todos ficam de boca aberta pois só novo aparento ter uns 17 anos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *