Como eu posso melhorar o meu relacionamento com o banco?

03A17232

03A17232Os bancos são empresas presentes na vida de todas as pessoas e esse relacionamento tem ficado cada vez mais intenso, conforme vamos nos habituando com os novos serviços oferecidos pelos bancos, como o internet banking, por exemplo.

Além disso, os bancos também são importantes na hora de poupar ou investir dinheiro para conquistarmos nossos sonhos. Nesse contexto, manter uma boa relação é a melhor forma de conseguir obter as melhores taxas para aqueles serviços bancários que você tanto utiliza.

Veja a seguir algumas dicas para construir um bom relacionamento com o banco e manter uma vida financeira mais tranquila:

 

Conheça seus direitos e deveres

O primeiro passo para ter um bom relacionamento com o seu banco é conhecer seus direitos e deveres. Leia atentamente os contratos que você vier a firmar com a instituição e sempre que tiver dúvidas, pergunte. Sabendo quais taxas podem ou não serem cobradas, o valor delas, quais serviços são gratuitos e os prazos para cada transação, você não será pego de surpresa e saberá como o banco pode atuar para te ajudar em determinadas situações, como por exemplo, quando você precisar de crédito extra.

Como o relacionamento com o banco é sempre uma via de mão dupla, também é muito importante saber seus deveres e honrá-los, para que você seja visto como um bom cliente e seja cada vez mais valorizado.

 

Evite mudar de banco com frequência

Escolha o seu banco e, se possível, mantenha-se fiel a ele. Clientes mais antigos contam com melhores taxas, tanto para pagamentos de débitos quanto para investimentos. Isso acontece por que, para o banco, toda operação de empréstimo ou de poupança oferece algum risco que faz parte da composição das taxas de juros. Essas taxas são medidas, entre outras coisas, pela probabilidade de uma das partes não cumprir o acordo combinado, seja para pagamento das dívidas ou para a o prazo de retirada de algum dinheiro investido.

Se você é um cliente que sempre cumpre os prazos, o banco terá seu histórico registrado e saberá que você é confiável, que oferece poucos riscos à instituição, e por isso poderá contar com  taxas de juros mais vantajosas em suas negociações.

 

Conheça seus meios de comunicação

Conhecer os meios de comunicação com o seu banco é importante para estabelecer um diálogo quando algum problema aparecer. Hoje,  grande parte dos bancos contam com canais de atendimento online e pelo telefone, além das agências. Sabendo das suas opções você poderá escolher a forma mais conveniente para conversar com o banco e poderá resolver tudo o mais rápido possível. Muitas pessoas acabam arrastando os problemas por não encontrarem tempo para ir até o banco resolvê-los, quando na verdade poderiam fazê-lo pelo telefone ou por e-mail.

 

Solucione os problemas assim que eles aparecerem

Sempre vá em busca de uma solução quando aparecer qualquer problema de relacionamento com o banco,  quando surgirem dúvidas ou quando você não puder cumprir com suas obrigações. Assim que você souber que não poderá pagar uma dívida, por exemplo, avise o banco e busque com ele um acordo bom para ambas as partes. Assim, você evita o acúmulo de juros e não fica inadimplente perante a instituição, que estará ciente de sua situação.

O mesmo vale para problemas com cobranças que você julga serem indevidas em sua conta: assim que você identificá-las entre em contato com o banco para se informar sobre a origem delas antes de partir para medidas mais severas. Muitas vezes, pode apenas ser um engano que pode ser desfeito com uma rápida conversa!

 

Mantendo sempre uma relação de honestidade e muito diálogo você poderá desenvolver a confiança em seu banco e o relacionamento será cada vez melhor! Tem mais algum ponto que você considera importante para ter um bom relacionamento com o banco? Comente!

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *