Estratégias para mobiliar a casa sem recorrer aos parcelamentos.

Cute young black female doing finances

Cute young black female doing finances

Se você acabou de alugar ou comprar um imóvel, deve estar como o Alberto, planejando como mobiliar a casa ou apartamento. O problema é que ele não se organizou financeiramente para isso: escolheu bem dentre as opções, arrumou toda a documentação, fez um financiamento que cabe em seu bolso mas esqueceu de reservar dinheiro para a compra dos móveis!

Como se casar e mudar são prioridades para Alberto, logo ele pensou que comprar os móveis em muitas parcelas seria a solução. Porém, ao avaliar melhor, ele percebeu que os juros que teria que pagar nas prestação dos móveis e eletrodomésticos somariam uma quantia considerável de dinheiro que ele podia destinar para outras coisas. Sem contar que com longos parcelamentos, ele teria uma pendência financeira igualmente longa.

Para encontrar uma forma de mobiliar a casa sem precisar parcelar, Alberto recorreu aos amigos e familiares para ajudá-lo a criar um manual para guardar dinheiro. O que ele colocou nesse guia, você confere a seguir:

 

1) Poupe um valor fixo mensalmente

Quanto você pode economizar para mobiliar a casa? Em quanto tempo pretende ter o valor necessário? Respondendo a essas duas perguntas ficará mais fácil montar o seu planejamento. Você estipula o valor total a ser gasto e o divide pelo período de tempo que tem disponível que, no caso de Alberto, é até a data do casamento.

Você pode poupar o necessário para a aquisição dos móveis ou continuar uma economia recorrente e retirar dela o valor destinado aos itens. Se optar pela segunda via, o ideal é que pelo menos 10% da renda mensal seja poupada. Assim, para mobiliar a sua casa, você pode retirar uma parte dessa porcentagem. Se conseguir poupar mais, não hesite em fazê-lo! Só tome cuidado para não comprometer seu orçamento.

 

2) Venda os móveis usados, se possível

Sabe aquela mesa que você herdou de um familiar? E o sofá que já não aguenta mais? Livre-se deles e ainda ganhe algum dinheiro vendendo para lojas de móveis usados. Talvez a renda não seja tão substanciosa, mas pode ajudar.

Se houver peças antigas de mais valor que você não deseja mais, ainda é possível recorrer a lojas de antiguidades que podem pagar um preço melhor e também anunciar os artigos na internet.

 

3) Foque na meta da vez: poupe para adquirir os móveis e eletrodomésticos

Se a sua meta é mobiliar a casa, então foque nela. Ter vários objetivos financeiros de uma só vez pode fazer com que você se perca e demore muito mais para obter sucesso.

Por isso, também é tão importante estipular um prazo. Se a ideia é economizar por um ano, então durante esse tempo, mantenha os objetivos.

 

4) Corte alguns gastos para economizar mais

Se mobiliar a casa é a sua prioridade, que tal aproveitar e cortar alguns gastos para ter uma reserva ainda maior na poupança ou previdência? Faça as contas e veja no que pode economizar. Poupe com mais determinação pelo menos enquanto não atingir o seu objetivo.

 

Essas são algumas das estratégias que o Alberto usará para poder mobiliar a casa sem precisar se endividar. Se adquirir móveis e eletrodomésticos também é seu objetivo, faça como ele!  Faça as contas, elabore um planejamento que consiga cumprir e fique de olho nessas dicas.

Gostou do manual rápido? Tem outras sugestões?  Comente!

 

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *