Orçamento doméstico sem mistérios: faça o seu agora!

Woman calculating all the bills

orçamento doméstico

orçamento doméstico

Deseja planejar o futuro e garantir a tranquilidade financeira da sua família? Se a resposta for sim, garantir um orçamento doméstico saudável é preciso. Isso é essencial para administrar as finanças familiares e contribuir para que você alcance seus objetivos na vida. Confira tudo o que você precisa saber para fazer um orçamento doméstico sem mistérios.

Leia também: 4 modelos de planilha de orçamento familiar. Qual é o seu?

 

Por que fazer um orçamento doméstico?

O orçamento doméstico é uma ferramenta essencial para ter uma perspectiva clara das suas finanças. Para onde o dinheiro está indo? Quanto você tem de gastos fixos e variáveis? Quais são as suas prioridades?

Fazer o orçamento doméstico é uma forma de analisar suas finanças e, a partir daí, ter informação suficiente para poder cortar os supérfluos que, no final do mês, podem comprometer as finanças familiares. Criar um orçamento doméstico é o primeiro passo para um planejamento financeiro eficaz, que ajuda a controlar impulsos consumistas e, consequentemente, ajuda a família a fugir do temido endividamento.

 

Por onde começar?

Para começar a controlar seu orçamento doméstico, é importante entender e registrar os tipos de gastos que você tem, assim como os valores e as datas que eles acontecem. Em seguida, estipule categorias (moradia, educação, contas de casa) e separe-as em fixas e variáveis.

Mensalidade da faculdade, plano de saúde e aluguel, por exemplo, são gastos fixos, já que seus valores não mudam. Há, ainda, gastos que podem ser considerados semifixos, já que acontecem todo mês, mas com diferentes valores, como luz, gás e conta de telefone.

Já as despesas variáveis são aquelas em que os valores podem mudar de mês para mês e, por isso, é fundamental criar metas para cada uma delas. Cinema, jantar fora, roupas e cosméticos são exemplos.

Leia mais: Você conhece a regra dos 50-15-35?

Depois de mapear sua situação financeira, ou seja, saber exatamente quanto você ganha e quanto você gasta, é hora de planejar seu orçamento doméstico para o mês seguinte, estipulando quanto você vai gastar em cada categoria (fixos) e o quanto pode gastar em outras (variáveis).

Que ferramentas são úteis nessa jornada?

Existem diversas ferramentas no mercado muito úteis para quem deseja criar e manter um orçamento doméstico. Os recursos vão desde uma planilha simples de Excel (confira aqui alguns modelos gratuitos) até ferramentas gratuitas online.

Existem modelos, como o GuiaBolso, que tornam a tarefa ainda mais simples: basta cadastrar suas contas bancárias, definir categorias e seus gastos são atualizados automaticamente na planilha, que pode ser acessada via internet e até mesmo por meio de aplicativo no celular.

Leia mais: Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online? Qual a melhor opção?

 

Quais os benefícios em fazer um orçamento doméstico?

Após fazer o orçamento doméstico, é possível planejar os gastos variáveis, cortar a gordura e, melhor, saber quanto você precisa poupar mensalmente para realizar seus sonhos, como, por exemplo, fazer uma viagem, comprar um carro ou apartamento e cursar um MBA. Outro benefício de criar e manter o orçamento doméstico é ter total controle das suas finanças e nunca mais ser pego de surpresa por não saber exatamente quanto tem na conta bancária.

 

Como manter o orçamento doméstico?

Ter disciplina é essencial para manter o orçamento doméstico. Pelo menos uma vez por semana, reserve um tempo para analisar os seus gastos e ver se conseguiu se manter na linha. É importante, ainda, fazer sempre o planejamento do mês seguinte para saber exatamente quanto pode gastar.

orçamento doméstico

Leia mais:
– 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
Você conhece a regra dos 50-15-35?
Planilha do Excel ou controle financeiro online: qual a melhor opção?

 

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *