Como investir na bolsa de valores?

Downtrend financial  chart and stacks of golden coins

banner-620x100-2

como investir na bolsa de valores

Muitas pessoas tem vontade de começar a investir em ações, mas acabam desistindo por não saber como investir na bolsa de valores. É o seu caso?

O receio gerado por esse tipo de investimento é explicado por conta do risco elevado – não há garantia de ganhos e há chances significativas de perda de dinheiro – e também porque, historicamente, os ganhos da Bovespa não chamam tanta atenção quando comparados a outros tipos de aplicações, menos arriscadas.

Estudo recente feito pela consultoria Economática mostrou que o CDI rendeu quase 2.000 pontos percentuais acima do Ibovespa, principal índice da bolsa de valores brasileira, nas primeiras duas décadas do Período Real.

Mas, ainda assim, a possibilidade de acertar a mão na escolha das ações e conseguir rendimentos muito maiores do que a média atiça muitas pessoas. E você pode tentar seguir esse caminho. Diversificando seu portfólio de investimentos – não depositando todos os ovos na mesma caixinha -, mantendo a calma e se interessando em aprender mais sobre o mercado de ações, você pode ter sucesso.

Descubra como investir na bolsa de valores:

 

O que fazer para aprender como investir na bolsa de valores?

Antes de pensar em investir na bolsa de valores, tenha certeza de que não vai usar para isso um dinheiro essencial para você. A regra número um é: não poder contar no curto prazo com o dinheiro que vai investir em ações, considerando o risco de perda e também a perspectiva de que os ganhos mais expressivos virão no médio e longo prazo.

Se suas contas não estão em dia (gastos menores do que ganhos) e se você ainda não tem uma reserva de emergência, então ainda não é hora de partir para o mercado de ações. Faça a lição de casa primeiro para conseguir manter o sangue frio no futuro, quando seu dinheiro estiver aplicado ao sabor da variação das cotações de mercado.

Leia mais: Suas contas não estão em ordem?
Leia também: Você ainda não tem uma reserva financeira?

 

Encontre a melhor corretora para você

Para começar a aprender a como investir na bolsa de valores, você vai precisar contar com a ajuda de uma corretora idônea para ter acesso às recomendações de investimento mais indicadas para o seu perfil. Busque no portal da BM&FBovespa, que lista todas as corretoras autorizadas a funcionar, nos sites de reclamações e nos órgãos de defesa do consumidor. Quando tiver certeza da corretora que escolheu, é hora de seguir em frente.

Também vale fazer uma pesquisa do valor das taxas cobradas pelas corretoras. São elas: corretagem, custódia e emolumentos. Saiba mais aqui.

 

Comece com fundos de ações e de índice

Existem diversas formas de investir na bolsa de valores, além da compra direta de ações. Você pode começar com os fundos de índice (ETFs), que acompanham a variação de índices de ações famosos, como o próprio Ibovespa. Saiba mais aqui.

A diferença é que, em vez de colocar todo seu dinheiro em uma única ação, você irá distribuí-lo automaticamente em diversas ações, o que também ajuda a diluir o risco de variações de preço bruscas – é muito mais difícil várias ações apresentarem grandes desvalorizações ao mesmo tempo do que uma só.

Você ainda tem a opção de comprar fundos de ações e entrar em clubes de investimento. Eles funcionam como um condomínio, em que cada investidor compra uma parte da carteira de investimentos (assim como quando compramos um apartamento em um prédio) e os ganhos e perdas são divididos proporcionalmente entre os participantes.

 

Diversifique os investimentos e invista em empresas de renome

A escolha das ações que vão fazer parte da sua carteira de investimentos também é muito importante. Especialmente para quem está começando, a regra número um é não colocar todo o dinheiro em uma única ação e optar por ações de empresas de renome, já consolidadas no mercado.

Fuja das promessas milagrosas e de apostas muito arriscadas em empresas pouco conhecidas. Até os investidores mais experientes perdem todos os dias muito dinheiro com isso.

 

Respeite o stop loss: limite de perdas

Stop loss é um termo bastante comum no mercado de ações e representa o valor máximo que você está disposto a perder depois de ter comprado uma ação. Ter esse piso definido te ajuda a diminuir a ansiedade se as cotações das ações começarem a cair – afinal, você sabe que se atingir determinado valor, você irá vendê-las – e também colocar um limite para eventuais prejuízos. Sim, eles acontecem e se você quiser começar a investir em ações, terá que estar tranquilo em relação a isso.

Você pode definir seu stop loss automaticamente pelo home broker (portal online de investimentos de ações, fornecido pela sua corretora) ou, se você contar com um operador de investimentos, estipular esse valor com ele.

Essas são algumas das diretrizes básicas para quem tem interesse em começar a investir em ações. Para se aprofundar mais, você pode fazer cursos presenciais ou online gratuitos ou começar a treinar em simuladores online de investimento em ações.

E aí? Pronto para encarar a bolsa?

banner-620x100-1Leia também:
– As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
– 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
– Planilha de gastos mensais: como fazer?

 

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *