10 dicas financeiras para você ficar no azul

banner-620x100-2

 

 

 


Siga nossas dicas financeiras e acabe com suas dívidas!

Com a situação econômica do país, a taxa de desemprego, o aumento na inflação e a dificuldade em poupar dinheiro acabam contribuindo para que o brasileiro fique no vermelho. Se você teme ficar no vermelho, fique tranquilo, pois esse artigo mostrará em 10 passos como ficar no azul, com ótimas dicas financeiras. Confira!

1. Faça um planejamento financeiro

Uma das primeiras dicas financeiras é procurar um planejamento financeiro, que nada mais é que uma projeção de receitas e despesas que indicam a situação econômica geral em que você se encontra. Quando se faz um planejamento financeiro, fica mais fácil enxergar a quantia de dinheiro disponível e direcionar seu uso.

2. Planeje a aposentadoria

Você pode começar a planejar sua aposentadoria, sabia? Quais seus objetivos? Do que você não abre mão? Do que você abre mão? Como espera ser o seu futuro? Com que receitas poderá contar? Quanto precisará juntar? Quanto será preciso poupar? É importante ter esse tipo de questionamento em mente antes de pensar em planejar a aposentadoria para depois começar a calcular o valor a ser poupado a cada mês… Uma das melhores dicas financeiras é começar o quanto antes e ser o mais regular possível.

3. Anote gastos extras

Procure separar em uma planilha ou caderninho, uma lista especial com os possíveis gastos extras. Eles acontecem em meses de aniversários, fim de ano, datas comemorativas… e podem acontecer alguns gastos fora do previsto também. Anotar esses gastos é importante para ter noção da saída inesperada de dinheiro e te ajuda a se controlar quando for gastar em outras áreas. O GuiaBolso possui uma ótima ferramenta que pode te ajudar nesses momentos, basta você inserir seus dados do Internet Banking que ele puxará todas as movimentações feitas na conta corrente e cartão de crédito. Essa ferramenta categoriza automaticamente as despesas e fica muito mais fácil saber quais gastos devem ser cortados, onde dá para economizar e identificar potenciais de economia.

4. Separe dinheiro para despesas extras

Além de anotar os gastos extras, você precisa estar prevenido para eles. O ideal é separar uma parcela do seu salário para eventuais gastos inesperados. Você precisa calcular o quanto separar do salário de acordo com suas despesas. 20%, 30% são porcentagens razoáveis para separar o dinheiro das despesas extras. Você pode ter que comprar remédios, comer fora e acabar passando aperto se não houver um “pé de meia”. Para isso, ponha em prática a regra dos 50-15-35!

5. Tente negociar suas dívidas

As dívidas do cartão de crédito te assombram? O ideal é tentar ligar na operadora do cartão e negociar a dívida. Você pode ter um bom desconto pagando à vista ou pode conseguir parcelar a dívida em muitas vezes e não pesar tanto no seu bolso. Dar exemplo do que seria uma taxa ideal para se negociar

6.Compare os preços

Antes de sair comprando tudo que vê, compare os preços. Faça uma vasta pesquisa, procure na internet, converse com vizinhos, vá em vários lugares antes de fazer uma compra. Esse simples gesto pode economizar uma quantia que pode ser usada em situações emergenciais, por exemplo.

7. Compre somente o necessário

Uma das melhores dicas financeiras é comprar o necessário e evitar desperdícios e pequenos deslizes. Se você faz compras mensais, pode tentar mudar para compras semanais reduzidas. Evite ficar deslumbrado com novidades eletrônicas, materiais que você mal usará… o ideal é comprar o que faz falta e que será útil para você.

8. Dê preferência para pagamentos à vista com desconto

Quando existe a opção de pagar com desconto, invista nela. Geralmente pagamentos em dinheiro que possuem essa opção de pagamento. Sabe o dinheiro guardado para emergências? Pode ser uma boa hora para utilizá-lo!

9. Evite usar o cartão de crédito

Tente usar o cartão de crédito apenas em situações de emergência ou parcelamento extenso. O perigo é o acúmulo de dívidas e parcelas, que podem te deixar no vermelho. Para ficar no azul, guarde o cartão de crédito na gaveta e ande sempre com o cartão de débito e dinheiro, que garantem um maior controle das suas despesas.

10. Trace objetivos realistas

Coloque metas financeiras no seu planejamento financeiro. Tenha uma quantia x para juntar mensalmente, semestralmente e anualmente. Dessa forma você garante um controle mais seguro sobre essas metas e consegue saber onde tem pecado e onde tem acertado.

banner-620x100-1

 

 

 

 

Leia mais:
Os 5 melhores aplicativos de controle financeiro
– As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
– 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
– Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?

 

 

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *