Como cortar gastos e sair das dívidas com pequenas mudanças em 2016?

cortar gastos e sair das dívidas

banner-GB

cortar gastos e sair das dívidasAs festas do final de ano estão chegando e, nesta época, a vontade de reencontrar todos os amigos, presentear os familiares e aproveitar os muitos convites para festas é grande. Com os eventos, porém, vêm também muitos gastos e, se você não está na situação financeira mais confortável, é difícil acompanhar o ritmo e presentear a todos que queriam. O GuiaBolso selecionou algumas atitudes que você pode tomar em 2016 para cortar despesas, sair das dívidas e ter um 2016 mais tranquilo.

 

Conheça seus gastos

Guarde essas palavras: organização e planejamento. Ponha no papel (ou no aplicativo! Veja como o GuiaBolso pode te ajudar!) as despesas fixas, como energia, água, alimentação e transporte. Você não pode acabar com elas, mas pode reduzi-las avaliando pequenos desperdícios, como deixar a torneira aberta enquanto ensaboa os pratos ou quando deixa de fazer a lista de compras e coloca no carrinho itens sem critério. Você pode ainda reduzir gastos supérfluos como, por exemplo, parar de gastar com um chocolate aqui e um cafezinho ali na rua, diminuir as idas ao salão de beleza, além de evitar comer fora de casa.

Pesquise oportunidades

Você compra serviços de TV a cabo, telefonia e internet? Se a resposta for sim, verifique se está no plano mais adequado às suas reais necessidades. Avalie também se a concorrência oferece pacotes mais baratos e condizentes com o seu objetivo de diminuir gastos. Você pode se surpreender no quanto pode economizar fazendo esses pequenos ajustes.

Poupe, poupe e poupe

Até mesmo as pequenas quantias podem levantar seu orçamento. Um cofrinho com certeza vai ajudar. O troco do pão, em vez de virar uma guloseima, pode ser guardado. Adote essa medida de vez e você terá gordurinhas a menos e cédulas a mais.

Saiba diferenciar o “eu quero” do “eu preciso”

A todo o momento somos bombardeados com “ofertas”, “promoções,” “oportunidades únicas e imperdíveis”. Antes de aceitá-las, pergunte-se: eu quero ou eu preciso disso? Se você apenas quer, reflita, será que vale estourar o orçamento em função desse desejo? Se você acredita que precisa, avalie se essa necessidade pode esperar um momento mais conveniente.

Pratique o desapego

Nos meses passados você não tinha tanta consciência e comprava tudo o que parecia útil. Faça uma varredura na casa e veja o que está inutilizado. Conte para seus amigos que está vendendo algumas coisas para levantar uma grana, espalhe nas redes sociais ou utilize sites que prestem esse serviço. Roupas, eletrodomésticos e bugigangas podem compor um patrimônio que você nem imaginava possuir.

Engaje sua família

Se você mora com sua família é importante envolvê-la nas novas práticas. Todos precisam se lembrar de apagar a luz quando deixar um cômodo vazio. E nem pensar em abusar do tempo no banho e das horas que a televisão fica ligada sem ninguém para assisti-la. As crianças também precisam ser alertadas da atual situação. Se todos estiverem comprometidos, os resultados positivos serão mais rápidos.

Negocie as dívidas

Lembre-se: a principal razão para você se dedicar a economizar dinheiro é a construção da sua liberdade financeira. Pagar suas dívidas e se livrar delas é o primeiro passo. Então veja se é possível alguma negociação e avalie suas possibilidades atuais. Se o credor para a qual você deve não possui um setor específico para negociação de dívidas, insista e veja o que pode ser feito. Não descumpra o acordo. Você não quer que percam a confiança em você, não é mesmo?
Já passou algum aperto por não saber como cortar gastos? Compartilhe sua experiência nos comentários. Aproveite para nos contar quais atitudes você pode implantar agora mesmo para sair das dívidas.

banner-GB-2

Leia também:

– Compare 4 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Comentários

comentários

2 Comments

  1. eu preciso de um capital de negócios

    • Oi, Nelly

      Ótimo que seus negócios estão em expansão! Você pode pegar uma linha de capital de giro em algum banco. Se já tiver relacionamento com alguma instituição, melhor ainda, pois talvez consiga uma taxa de juros mais baixa. Dependendo do valor, você também pode optar por uma linha de microcrédito. Confira como funciona: https://blog.guiabolso.com.br/2013/12/04/microcredito-utilizar/

Leave a Reply to nelly Cancel Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *