Desempregado há muito tempo? 6 dicas para se dar bem na entrevista

carteira-de-trabalho

banner-GB

carteira-de-trabalhoMais de 10 milhões de pessoas estão desempregadas atualmente no Brasil. Se você se encontra nessa situação há muito tempo e tem uma entrevista de emprego agendada, não se desespere ou fique inseguro: há dicas para a entrevista. Mesmo desempregado há muitos meses, é possível contar a sua história de uma maneira positiva e que atraia o recrutador.

Há maneiras de se mostrar às empresas como você é um bom funcionário mesmo estando fora do mercado de trabalho há algum tempo. A Love Mondays listou abaixo algumas dicas para a entrevista, que te ajudarão a mostrar o seu melhor lado e se sair bem na seleção de emprego mesmo estando desempregado.

Se atualize

Estar fora do mercado de trabalho não é desculpa para estar desatualizado. Antes da entrevista, pesquise sobre as tendências e novidades do setor, além da empresa interessada em te contratar. Assim, você terá mais ferramentas para conversar com mais segurança com o recrutador.

Na entrevista, você pode inclusive destacar as atividades realizadas no período em que esteve desempregado, como cursos, palestras, workshops, freelancers, etc. Neste quesito, vale até atividades voluntárias que tenham contribuído para o seu crescimento pessoal e profissional. O importante é mostrar que você não se acomodou e ficou parado.

Mostre resultado

Para cada experiência vivenciada e curso feito mostre qual foi o resultado. Se for mensurável, melhor ainda. Em resumo, valorize a sua experiência, que é única, e tente mostrar à empresa o quanto cresceu profissionalmente tendo feito estas escolhas.

Não minta

Não coloque no currículo cursos extras ão realizados ou mesmo mita sobre datas em que esteve empregado. Qualquer informação “maquiada” tem grande potencial de ser descoberta, o que irá te queimar com a empresa e em até futuras vagas.

Seja grato

Não fale mal do seu último emprego. Por mais que tenha tido problemas de relacionamento ou não tenha se adequado à empresa, é de bom tom ser grato com o que aprendeu. Em toda experiência, até nas ruins, é possível tirar uma lição.

Fale o motivo da demissão

Não enrole o entrevistador. Se for perguntado sobre o motivo da saída, fale o que culminou na demissão: crise financeira, cortes gerais, etc.

Peça indicações

Se tiver um bom relacionamento com os ex-colegas e chefes de trabalho, peça indicação no Linkedin, por exemplo, ou mesmo uma carta de recomendação. Hoje em dia, muitos recrutadores recorrem a redes sociais para pesquisar sobre os candidatos.

Com honestidade e dinamismo é possível achar uma nova oportunidade no mercado de trabalho do Brasil. Invista no seu treinamento e qualidades e dê adeus ao desemprego! Gostou do post sobre dicas para a entrevista de emprego? Deixe seu comentário abaixo.

Este conteúdo foi produzido pela Love Mondays, a maior comunidade de carreiras que profissionais acessam para decidir onde querem trabalhar. Através de mais de 600 mil faixas salariais e avaliações sobre o ambiente de trabalho em mais de 75 mil empresas, o Love Mondays influencia as decisões de carreira de 1 milhão de profissionais todos os meses.

banner-GB-2

Leia também:

– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Comentários

comentários

One Comment

  1. Que legal, ótimas dicas!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *