'Com o GuiaBolso, estou conseguindo deixar um legado financeiro pros meus filhos', diz Kurt

12508774_917298985028521_7299262953659543500_n
banner-620x100-2
929_917299141695172_6828851027028934202_n
Há apenas 8 meses, o coordenador de projetos Kurt Schneider começou a usar o aplicativo GuiaBolso, mas este foi tempo suficiente para ele mudar radicalmente o planejamento financeiro da sua vida e dos seus dois filhos, Nicolas e Enzo. “No momento em que passei a organizar minhas contas e fazer um planejamento, com o GuiaBolso me fornecendo feedbacks sobre meu desempenho, pude idealizar a construção de um projeto que inclui planos de previdência, poupança e aplicações”, conta Kurt. “Estou conseguindo deixar para o futuro dos meus filhos um legado financeiro que atribuo, e muito, ao planejamento, organização e metas possíveis graças ao aplicativo.”
 
Achamos tão legal essa história que resolvemos perguntar mais sobre como o Kurt está fazendo a organização das suas finanças. Leia a entrevista:
 
1) Quando você começou a usar o GuiaBolso?
   
Há aproximadamente oito meses que uso o GuiaBolso.
 
2) Anteriormente, já tinha uma planilha ou outro app onde controlava as finanças?
 
Sempre tive uma planilha. Cheguei inclusive a comprar um outra, uma opção que se tornou  bastante trabalhosa para manter atualizada. Por um tempo, usei um aplicativo para o Notebook – um gestor financeiro, e também usei mais um app para o celular, com o qual não tive afinidade.
   
3) O que mudou na sua vida financeira após o GuiaBolso?
 
Eu tinha dificuldades em saber em qual categoria estava sendo empenhado a maior parte dos rendimentos, e também na época não tinha consolidado quanto de juro estava pagando nos bancos. Em parte, pelo desleixo de lançar os dados, outra, por não conseguir um panorama geral das contas, somente individual por banco.
   
4) O que mais usa dentro do aplicativo?
   
Gráficos para acompanhar os valores gastos ou investidos e a funcionalidade “Minha Meta”.
12508774_917298985028521_7299262953659543500_n

‘Estou conseguindo deixar para o futuro dos meus filhos um legado financeiro que atribuo ao planejamento, organização e metas possíveis graças ao GuiaBolso’

 
5) Antes de se controlar, chegou a se enrolar em créditos caros, como cheque especial e cartão de crédito?
 
No cartão de crédito não, mas no cheque especial sim. Passei a usar o limite de crédito nas contas e pagar um juro elevado – foi um período muito complicado.
 
6) Você falou que está conseguindo guardar dinheiro agora. Quanto você consegue poupar?
 
Atualmente invisto 25% a 30% dos rendimentos. Em previdência, 8%, e também em um terreno e nas parcelas de um Apartamento. As previdências têm estimativa de resgate em 20 anos, para quando as crianças estiveram crescidas. Temos mais duas previdências, uma para mim e uma para minha esposa, para um tempo de 10 anos.
   
7) Além da previdência dos seus filhos, conseguiu realizar algum sonho?
 
Sim, recentemente investimos em um consórcio onde pretendemos a médio prazo trocar o carro e realizamos o investimento de valores em aplicações de risco moderado. Também conseguimos economizar para nos presentear com viagens de fim de semana, passeio a lugares como hotéis fazenda, balneários e festas. Começamos inclusive a receber juros dos investimentos.
   
8) Qual a mensagem para quem está enrolado ou sem organização financeira, mas ainda não tomou o passo inicial de começar a fazer uma planilha ou usar o GuiaBolso?
A primeira ação e ter coragem de olhar para suas contas com sobriedade e entender onde está indo seu dinheiro, ou qual é a categoria que você esta tendo mais vazão. Isso só é possível se você for honesto, integro com você mesmo, não omitindo informações sobre seu perfil de consumidor, de gastos. Ao categorizar tudo corretamente, você saberá rapidamente onde pode controlar. Sugiro sempre o app, pois pode ser acessado a qualquer momento, em qualquer lugar, e devidamente sincronizado com suas contas, reflete a sua realidade. Pode ser bem chocante e até incomodo em um primeiro momento, mas você vai se surpreender com os resultados.

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *