O que é PGBL? Solucione as suas dúvidas aqui

49291-o-que-e-pgbl-solucione-as-suas-duvidas-aqui

banner-GB

49291-o-que-e-pgbl-solucione-as-suas-duvidas-aquiOs investimentos em previdência privada vêm ganhando cada vez mais destaque nos últimos anos. Com as incertezas e limitações da previdência oficial, muitos investidores estão encontrando nos planos privados uma boa alternativa para garantir o futuro e complementar o valor do benefício do INSS, sujeito ao teto estabelecido na legislação.

As diferenças entre as duas modalidades disponíveis no mercado, porém, podem confundir quem deseja adquirir um plano de previdência privada. Para você entender melhor o que é PGBL, preparamos este post com algumas características do plano.

O que é PGBL?

O PGBL (Plano Garantidor de Benefício Livre), assim como o VGBL (Vida Garantidor de Benefício Livre), é uma modalidade de previdência privada, um tipo de investimento direcionado à formação de reserva a longo prazo, que pode ser comercializado por bancos e seguradoras e adquirido por qualquer pessoa.

A diferença entre as duas modalidades está principalmente no momento de pagar o Imposto de Renda. O PGBL é um investimento voltado para as pessoas que optam pela declaração completa do IR, uma vez que permite o abatimento na base de cálculo dos aportes realizados no ano.

É importante destacar que o abatimento é limitado a 12% da renda bruta tributável e o titular deve, necessariamente, contribuir para o Regime Geral de Previdência Social (INSS) ou outra previdência oficial (como é o caso, muitas vezes, dos servidores públicos), ou já estar aposentado.

Vantagens e desvantagens do PGBL

A grande vantagem do investidor que opta pelo PGBL reside justamente nos benefícios fiscais. Pagando um Imposto de Renda menor, é possível incrementar as aplicações, obtendo maior rentabilidade. Por outro lado, no momento da utilização da reserva, o imposto incidirá sobre a totalidade do valor resgatado ou recebido como renda mensal, ao contrário do VGBL, cuja incidência ocorre apenas sobre os rendimentos.

Ao se decidir pelo PGBL, o investidor deve ter certeza de que cumpre os requisitos para gozar do benefício fiscal e cuidar para que os seus aportes não ultrapassem o limite de 12%, já que o valor excedente não será levado em conta para a dedução, que é o grande atrativo do plano.

Regimes de tributação também devem ser avaliados

Além das diferenças entre os planos PGBL e VGBL, os investidores devem ficar atentos também ao regime de tributação escolhido. É possível optar entre duas formas: pela tabela regressiva ou pela tabela progressiva.

Para quem pretende efetuar o resgate a longo prazo, a tabela regressiva se apresenta como a melhor opção. Como o nome sugere, a alíquota de Imposto de Renda é reduzida ao longo do tempo, partindo de 35% para resgates em até 2 anos e chegando até 10% nos casos em que a permanência no plano ultrapassa os dez anos.

tabelareressiva

Já a tabela progressiva é a mesma utilizada para fixar a alíquota de Imposto de Renda sobre o salário. É interessante nos casos em que a renda mensal projetada fica próxima à faixa de isenção do IR ou o prazo do investimento é mais curto.

tabelaprogressiva

Assim como os diversos tipos de investimento disponíveis, a previdência privada apresenta uma série de alternativas, que devem ser levadas em consideração. Ao saber o que é PGBL, você é capaz de escolher com mais segurança o plano que melhor se encaixa em seus projetos. Conte-nos nos comentários qual a sua estratégia para garantir a aposentadoria.

banner-GB-2

Leia também:

– Compare 5 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Comentários

comentários

One Comment

  1. Recomendo a Corretora Easynvest para operações de Títulos Púbicos do Tesouro Direto. Estou com eles a mais de 2 anos e nunca tive problemas. #ficaadica

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *