GuiaBolso: suas finanças organizadas em 2 minutos Começar.
 

Com o GuiaBolso, 1 em cada 4 pessoas sai do cheque especial

banner-GBO GuiaBolso chegou recentemente à marca de 3 milhões de pessoas que já fazem boas escolhas para o bolso com o aplicativo! E, além delas economizarem mais, os usuários passaram a dever menos. Após três meses usando o GuiaBolso para organizar as contas, o número de pessoas que usaram o cheque especial para fechar o mês caiu em 25%, ou seja, 1 em cada 4 pessoas deixou de contratar o crédito caro.

A modalidade, hoje, é a segunda mais cara do Brasil, com juros superiores a 300% ao ano. Só perde para a taxa de juros do rotativo do cartão de crédito, superior a 450% ao ano.  O valor pago em juros do cheque especial também caiu 15% após esses 3 meses organizando as finanças.

E sabe como essas pessoas estão conseguindo sair do cheque especial? Fazendo boas escolhas financeiras para o seu bolso. Com as informações automáticas e categorizadas, rapidamente as pessoas conseguem saber onde podem cortar gastos e tomam decisões na hora de comprar algo. Afinal, você consegue ver no próprio celular se está sobrando dinheiro para realizar a compra.

Não são poucas as histórias de pessoas que se assustaram com o quanto estavam pagando de juros e reorganizaram as dívidas. Veja, por exemplo, o vídeo do Maurício, que contou pra gente que o GuiaBolso lhe ajudou com informações: “Você precisa ter informações, estar inteligente para atacar as suas dívidas, porque elas são inteligentes também”.

Ao conectar conta, cada usuário ganha uma pontuação de Saúde Financeira, com base em três parâmetros: fluxo de caixa (gastos menores do que os ganhos), investimento e dívidas no cheque especial. Dados do GuiaBolso apontam para uma melhora de 14% em média na saúde financeira das pessoas após um mês de uso do aplicativo.

Se ainda não experimentou o GuiaBolso, está esperando o que para baixar o app! Conte pra gente a sua experiência. Para quem ainda está no cheque especial ou no rotativo do cartão, algumas dicas para sair do vermelho:

Faça um levantamento de todas as dívidas

Antes de saber como pagar as dívidas, você precisa mapear as pendências. Se já chegou ao ponto de ter o nome negativado, você pode realizar consultas gratuitas no Boa Vista Serviços (SCPC) e Serasa Consumidor (Serasa), por exemplo.

Corte imediatamente os gastos desnecessários

Se você realmente quer resolver as pendências financeiras e pagar as dívidas, é necessário cortar os gastos desnecessários e supérfluos. Comece reduzindo a comida fora de casa. Isso pode ser um grande peso no orçamento. A partir daí, as economias podem vir de vários lugares, dependendo do seu orçamento. Aqui temos 50 dicas de como aprender a economizar dinheiro.

Diminua o uso do cartão de crédito

A dica vale tanto para quem possui dívidas no rotativo do cartão de crédito quanto para quem não contraiu dívidas dessa modalidade. Sabemos que os juros praticados pelas operadoras de cartão são exorbitantes e os maiores do mercado. Por isso, todo cuidado é pouco. Você pode usar o cartão de crédito, mas nunca deixe de pagá-lo!

Para quem sente dificuldades em controlar o uso do crédito, vale partir para atitudes de choque como quebrar o cartão. Se você não tem acesso a ele, não vai usar. Se não usar, não terá gastos na fatura do próximo mês.

Na hora de pagar as dívidas, comece pelas mais caras

Um dos erros mais graves cometidos por quem começa a quitar as dívidas é fechar vários acordos de uma só vez. Com exceção de, no caso, você possuir uma renda mensal que permita pagar todas as parcelas dos acordos com folga no orçamento, a dica é firmar uma negociação de cada vez. Quando a primeira finalizar, vá para a próxima. Sempre liquide as dívidas mais caras, como a do cartão de crédito e cheque especial.

Troque dívidas caras por baratas

Uma opção para pagar as dívidas é tomar um empréstimo em uma instituição que cobre juros menores. Com o dinheiro em mãos, você quita a dívida cara e passa a pagar menos juros no novo empréstimo. Dentro do aplicativo GuiaBolso você consegue comprar as taxas cobradas por diversas instituições parceiras, como a Geru, Lendico, Just e outras.

banner-GB-2

Leia também:

– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Comente!

comentários

 
 

 

Baixe agora o aplicativo de
controle financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play