GuiaBolso: suas finanças organizadas em 2 minutos Começar.
 

3 dicas para começar a ganhar dinheiro com o Tesouro Direto

banner-GB

42099-3-dicas-para-comecar-a-ganhar-dinheiro-com-o-tesouro-direto-hoje-mesmoNos últimos anos, o Tesouro Direto se tornou muito popular entre pequenos poupadores. Por ser algo acessível e que exige baixa quantia para investir (atualmente o mínimo é R$ 30), a aplicação tornou-se uma opção interessante para poupar dinheiro para o futuro. 

O Tesouro Direto, criado em 2002 pelo governo federal, permite que o investidor construa um patrimônio confortável com um grau de risco bastante baixo. Quer saber como ganhar dinheiro com o Tesouro Direto? Abaixo, reunimos as principais dúvidas e algumas dias de como começar a ganhar dinheiro com títulos públicos.

O que é o Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é um programa de títulos públicos lançado pelo Governo Federal em 2002 e destinado a pessoas físicas. Cada título equivale a um pedacinho da dívida pública brasileira. Ao comprá-lo, o investidor está, na prática, emprestando dinheiro para a União. No vencimento do papel, no futuro, ele recebe o valor investido mais o juros da aplicação.

Essa é a razão pela qual este é um investimento de tão baixo risco: a menos que o Brasil quebre ou decrete moratória, o que é extremamente improvável dadas as grandes reservas em dólar que o país possui e o tamanho de sua economia, o investidor terá seu dinheiro de volta.

Ao mesmo tempo, o Brasil é internacionalmente famoso pelas suas taxas de juros muito altas, o que garante a boa rentabilidade dessa opção de investimento.

Os títulos do Tesouro Direto podem ser corrigidos de acordo com a taxa Selic, com inflação medida pelo IPCA ou ainda com um juro prefixado no momento da compra do papel. Os títulos também podem pagar semestralmente os juros associados a eles, os chamados cupons, ou deixar o prêmio apenas para o final. E seu prazo de vencimentos também varia, a depender da característica do papel.

Resumidamente, existem cinco tipos de títulos. Entenda qual é a diferença entre eles:

  • Tesouro Selic (ou LFT): é um pós-fixado, que pagará a taxa de juros Selic referente ao dia de seu vencimento. Ideal para projetos financeiros de curto prazo. Não paga cupons. Ou seja, todo o dinheiro investido mais s juros são resgatados no final da aplicação. 
  • Tesouro Prefixado (ou LTN): a taxa de juros do rendimento do título é determinada no momento da compra do título. Ou seja, na hora de comprar o investidor sabe se vai ter um retorno de 10%, 12% ou 14% ao ano. Este papel também não paga cupons. 
  • Tesouro Prefixado + juros (ou NTN-F): o valor em reais do rendimento estará determinado no momento da compra do título, pois a taxa de juros também é fixa. A diferença para a LTN é que na NTN-F há o pagamento de cupons semestrais.
  • Tesouro IPCA (ou NTN-B Principal): este título paga ao investidor um juro fixo mais a variação da inflação medida pelo IPCA. É interessante porque faz com que o investidor não tenha perda de poder de compra. Pelo contrário, a quantia poupada irá render a inflação mais um juro real.
  • Tesouro IPCA + juros (ou NTN-B): o rendimento funciona como a NTN-B Principal, com a diferença de que neste papel há o pagamento de cupons semestrais.

Agora que já compreendemos os títulos do Tesouro Direto, eis aqui algumas estratégias para obter os melhores resultados possíveis no investimento.

1. Estabeleça objetivos financeiros

Pela diversidade de opções, há um tipo de título do Tesouro Direto ideal para cada interesse ou projeto de vida. Veja:

Quero poupar para a aposentadoria

Nesse caso, o ideal é comprar títulos de vencimento mais longos e sem pagamento de cupons, que concentrarão um bom valor de renda no momento de seu vencimento. Nesse caso, procure pelos papéis do Tesouro IPCA + juros (ou NTN-B). Nessa categoria, existem títulos que vencem apenas em 2050.

Quero comprar uma casa ou aumentar meu patrimônio

Opte por opções que não paguem cupons semestralmente. Você pode escolher entre Tesouro Selic (ou LFT), Tesouro Prefixado (ou LTN) ou Tesouro IPCA (ou NTN-B Principal), a depender da sua urgência em resgatar o dinheiro. Além de concentrar o rendimento para o momento do saque, isso diminui também o Imposto de Renda que deverá ser pago, limitado a 15% para esse tipo de título.

Quero aumentar minha renda periodicamente

Se seu objetivo é ter um incremento no salário, o ideal é optar por títulos que paguem cupons semestrais de rendimentos. É o caso do Tesouro IPCA + juros (ou NTN-B) ou do Tesouro Prefixado + juros (ou NTN-F).

2. Preste atenção aos sinais da economia

Para maximizar a rentabilidade de seus títulos, esteja atento às tendências da economia. Se a expectativa é que a Taxa Selic caia nos próximos meses ou anos, é melhor não investir em títulos indexados pelos juros definidos pelo Banco Central, o Tesouro Selic (ou LFT).

Para essas circunstâncias, tanto o Tesouro Prefixado (ou LTN) quanto o Tesouro Prefixado + juros (ou NTN-F) são opções melhores já que travam essa volatilidade. Se os economistas estão prevendo alta da inflação, pode ser um bom negócio comprar títulos baseados no IPCA, o Tesouro IPCA + juros (ou NTN-B) ou o Tesouro IPCA (ou NTN-B Principal).

3. Escolha uma boa corretora

Para comprar títulos na página do Tesouro Direto, você precisará ter uma conta em uma corretora. Você pode optar tanto pela comodidade de criar a conta no banco em que você já faz suas operações bancárias cotidianas quanto por escolher uma corretora independente, que em geral cobra uma menor taxa de administração. Existem até algumas que não cobram a taxa. Veja aqui as opções de corretoras e suas taxas. 

Pesquise os serviços da corretora, mas não se preocupe caso haja falência. Os papeis ficam guardados na Bolsa e o único trabalho o investidor será buscar uma nova corretora para intermediar os negócios. Em caso de falência, somente o dinheiro que você eventualmente deixar na conta da corretora pode ser perdido. Portanto, nunca deixe dinheiro parado nessa conta. Faça os investimentos no mesmo dia da transferência para a conta da corretora.

Lembre-se, você pode comprar quantos títulos quiser, sempre que quiser. Diversificar os investimentos em vários tipos de títulos também dilui eventuais riscos e serve a diferentes propósitos.

E então? Gostou das dicas? Não deixe de investir em títulos do Tesouro Direto hoje mesmo! Compartilhe este post com os seus amigos para que eles também possam entrar nessa onda!

banner-GB-2

Leia também:

– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Comente!

comentários

 
 

 

Baixe agora o aplicativo de
controle financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play