GuiaBolso: suas finanças organizadas em 2 minutos Começar.
 

CDB ou Poupança? Compare e saiba onde investir

banner-GB

57054-cdb-ou-poupanca-compare-e-saiba-onde-investirAo contrário do que muitas pessoas pensam, investir no mercado financeiro não é necessariamente tão arriscado quanto parece. Existem diversas opções seguras para se conseguir um bom rendimento, como a tradicional caderneta de poupança. Nos últimos anos, outra forma também se popularizou:  o Certificado de Depósito Bancário (CDB). Essa opção faz vários investidores se perguntarem se devem investir em CDB ou poupança.

Para responder a essa pergunta, temos que mergulhar mais fundo e comparar os dois investimentos. Acompanhe!

O que é a poupança?

Esse é o meio de investimento mais tradicional existente. É considerado um investimento seguro, pois é garantido em até R$ 250 mil caso o banco declare falência . Em muitos aspectos, funciona como uma conta-corrente, só que sem taxas de manutenção e com um rendimento mensal fixado por lei: 0,5% mais variação da Taxa Referencial (TR).

O que é o CDB?

O Certificado de Depósito Bancário é como um empréstimo para o banco, por mais engraçado que pareça à primeira vista. A rentabilidade do CDB é atrelada ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que é um empréstimo feito entre as instituições financeiras para evitar que fechem o dia no vermelho, caso o número de saques esteja muito acima do esperado. Na prática, o CDI é tratado como uma taxa. Ao realizar um empréstimo para o banco por meio do CDB, o investidor recebe uma porcentagem do CDI como forma de remuneração.

E mesmo com a incidência do Imposto de Renda, o CDB ainda é uma opção mais rentável que a poupança em muitos casos. Tudo vai depender do porcentual do CDI que você consiga negociar com o banco. Digamos que a taxa do CDI esteja em 10% e você consiga negociar uma rentabilidade de 90% do CDI, o que daria um retorno de 9%. Se o Imposto de Renda é aplicado sobre 20% do lucro, então a rentabilidade ainda é de 7,2%. A menos que esta rentabilidade e o percentual do CDI retornado sejam muito baixos, o CDB continua sendo a melhor opção.

Quais são as vantagens de cada um?

Primeiro, vamos listar as vantagens que existem em CDBs ou poupança:

  • Proteção de até R$ 250 mil pelo Fundo Garantidor de Crédito em caso de quebra da instituição financeira;
  • Rentabilidade segura e regular;
  • Possibilidade de resgatar o valor a qualquer hora.
  • Rentabilidade normalmente acima da inflação e da poupança e que pode aumentar conforme o tempo passa;
  • Três modalidades de investimento (prefixado, em que o valor é acordado na hora do depósito; pós-fixado, que varia de acordo com o indexador; e híbrido, com uma parte fixa e uma parte variável).

Agora vejamos as vantagens da poupança:

  • Também é protegida pelo FGC em até R$ 150 mil;
  • Não requer valor mínimo;
  • Isenta de Imposto de Renda;
  • Sem taxa de administração.

Quais são as desvantagens de cada um?

Para escolher o CDB ou poupança para realizar seus investimentos, também é importante entender as desvantagens de cada um. Vamos começar com algumas das desvantagens da poupança:

  • Rendimento baixo, quase sempre inferior a 1%;
  • Retorno do rendimento apenas no dia de aniversário da conta (por exemplo, se a conta foi aberta no dia 15, então todo dia 15 o rendimento será retornado para a poupança);
  • Rendimento abaixo da inflação (mesmo que haja maior quantidade da moeda na sua conta, o total ainda valerá menos do que o valor original).

E agora vamos ver as desvantagens do CDB:

  • Exige muita pesquisa para encontrar um banco com maior rentabilidade;
  • Taxa de administração e Imposto de Renda;
  • Dependendo da modalidade escolhida, pode haver tempo de carência;
  • Resgate obrigatório após o fim do período.

Afinal, onde investir?

Todos os aspectos devem ser considerados na hora de escolher entre um CDB ou poupança.  Apesar de ser um investimento tradicional, a poupança rende muito pouco e não é um refúgio seguro em tempos de inflação alta. Já o CDB, mesmo com sua rentabilidade superior, exige mais pesquisa para ser melhor utilizado.

Comparar as taxas de cada banco e fazer as contas é vital para obter o retorno esperado. De forma geral, o CDB é melhor para investimentos planejadose de prazo já estipulado, enquanto a poupança é um bom substituto para a conta-corrente, que exige um custo de administração. O melhor seria, na verdade, se ao invés da poupança você deixasse seu dinheiro de emergência num fundo DI. Mas isto é tema para um próximo capítulo…

Agora você entende melhor como deve escolher  CDB ou poupança.  Ainda tem alguma dúvida? Então deixe um comentário!

banner-GB-2

Leia também:

– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Comente!

comentários

 
 

 

Baixe agora o aplicativo de
controle financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play