Crise política? Aprenda a investir no longo prazo

74403-aprenda-a-investir-no-longo-prazo

banner-mktplacedireto-2Investir no longo prazo significa aplicar recursos financeiros pensando em cinco anos ou mais. Existem alguns motivos para fazer aplicações assim. Um deles é evitar que as oscilações bruscas dos investimentos provocadas por crises, como as denúncias contra o governo Temer, influenciem na sua estratégia.

Este artigo foca nisso, mostrando as vantagens, os objetivos que podem ser alcançados, as modalidades de investimento de longo prazo e algumas dicas para essas aplicações. Confira!

Benefícios do investimento de longo prazo

Um dos benefícios das aplicações financeiras de longo prazo é o Imposto de Renda (IR) regressivo. Nesses casos, a alíquota do IR diminui à medida que o prazo da aplicação aumenta.

Por exemplo, a tabela do Tesouro Direto é a seguinte:

Prazo da aplicação Alíquota IR (%)
Até 180 dias 22,5%
Até 360 dias 20,0%
Até 720 dias 17,5%
Acima de 720 dias 15,0%

Outro benefício é evitar as flutuações de curto prazo dos mercados financeiros, pois existe uma tendência de valorização a longo prazo em quase todas as situações.

Leia também:

– Compare 5 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Objetivos para os investimentos de longo prazo

Os objetivos para um investimento de longo prazo devem ser casados com o prazo. Assim, fazer uma viagem no próximo ano não é o foco aqui. Vamos tratar de formar um patrimônio de maior valor financeiro.

A aquisição de um bem material mais caro é um dos objetivos mais falados em termos de longo prazo. Comprar um apartamento é um exemplo disso, pois demanda muito tempo e dinheiro para sua concretização.

Constituir reservas para aposentadoria também é um objetivo que se encaixa em um investimento de longo prazo, já que o patrimônio cresce com o tempo e com os juros da aplicação financeira.

Por outro lado, montar uma reserva financeira de emergência com investimentos de longo prazo é desaconselhado. Qualquer dinheiro para destinado a imprevistos deve ter alta liquidez, isto é, estar disponível para saque a qualquer momento.

Por fim, você também pode guardar o dinheiro que sobra mensalmente em investimentos de longo prazo, visando aproveitar suas vantagens — tributação e proteção contra variações bruscas.

Investimentos financeiros de longo prazo

Opções para investir no longo prazo não faltam. Contudo, é preciso identificar o seu perfil de investidor para fazer a escolha mais adequada.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é o programa de compra e venda de títulos públicos do governo federal. Para investimento no longo prazo, há títulos com vencimento em 2020, 2035, 2045 e até 2050. A lista de opções inclui diversos preços e prazos.

Fundos de investimento

Fundo de investimento é o agrupamento de recursos financeiros de diversos indivíduos sob a administração de um gestor financeiro. Esse gestor monta uma carteira de investimentos e o fundo remunera o investidor proporcionalmente ao capital investido. Existem fundos de todos os tipos, então pesquise um que se encaixe em seu perfil.

Previdência Privada

A Previdência Privada é um plano de aposentadoria complementar, no qual o investidor aplica recursos por um tempo e depois pode receber valores mensais ou em um único pagamento. Em tese, todos os fundos de Previdência Privada são investimentos de longo prazo.

Ações

Investir em ações é adquirir parte de uma empresa e se tornar sócio dela, ganhando com a valorização dos ativos financeiros e também com distribuição de lucros da companhia. No longo prazo, as ações são vantajosas porque suavizam as interferências de crises.

Dicas para começar a investir no longo prazo

Uma boa dica para investimentos de longo prazo é a diversificação, seguindo a ideia de que “não se deve guardar todos os ovos em um mesmo cesto”. Faça uma carteira de investimentos com equilíbrio entre risco e retorno, levando em conta também a liquidez dos ativos.

Outra dica é começar devagar, entrando primeiro em aplicações mais fáceis de gerenciar, como o Certificado de Depósito Bancário (CDB), por exemplo. Com o tempo, você vai aprendendo mais sobre investimentos, passando pelo Tesouro Direto e chegando às ações.

Gostou de aprender como investir no longo prazo? Ficou alguma dúvida ou tem alguma outra informação a acrescentar? Deixe um comentário!
banner-mktplacedireto-2

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *