Como é feito o cálculo de juros do boleto?

86499-como-e-feito-o-calculo-de-juros-do-boleto

banner-mktplacedireto-2

Um dos meios de pagamento mais utilizados no país, o boleto é uma solução muito comum entre os prestadores de serviço. Seu uso também é frequente no pagamento de mensalidades e financiamentos.

Para as pessoas que se organizam melhor fora do mundo virtual, os boletos podem ser importantes ferramentas de controle financeiro. Por outro lado, podem trazer prejuízos para aqueles que costumam atrasar pagamentos.

Muitas pessoas, por sinal, quando atrasam o pagamento de um boleto, deixam de fazer o devido controle dos valores cobrados a título de juros por desconhecerem a forma de cálculo de tais acréscimos. Vale destacar que o pagamento em atraso pode gerar também a cobrança de multa sobre o valor do boleto.

Neste artigo, vamos falar sobre a forma de cálculo de juros do boleto, para que você não seja pego de surpresa. Confira!

Leia também:

– Compare 5 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

Como funciona o cálculo de juros do boleto?

É importante saber que os juros de mora estão sujeitos a um teto de cobrança definido pelo Código de Defesa do Consumidor. O percentual aplicado não pode superar a casa de 1% ao mês.

O valor cobrado de juros deve ser proporcional ao tempo de atraso. Se o pagamento for feito exatamente em um mês após a data do vencimento, será acrescido o equivalente a 1% no valor total do boleto.

Para apurar o valor a ser cobrado por dias de atraso, é preciso saber que serão aplicados juros compostos. Muitas pessoas calculam os juros multiplicando os dias de atraso pela taxa diária de juros. Tal índice seria obtido pela divisão simples da taxa mensal pelos dias do mês, ou seja, 1/30. Todavia, este não é o procedimento correto.

É possível encontrar na internet várias ferramentas que facilitam o cálculo de juros. Uma boa pedida é usar a Calculadora do Cidadão, do Banco Central. Para saber o valor que será pago após o atraso, basta colocar:

1) Valor inicial devido

2) Taxa de juros

3) Número de meses de atraso

Se for um período menor do que um mês, basta colocar de forma fracionada. 15 dias, por exemplo, devem ser inseridos como 0,5.

Qual a forma correta de calcular a multa?

De forma diferente da que ocorre com os juros, o valor da multa não varia conforme os dias de atraso.

O Código de Defesa do Consumidor estabelece que, independentemente do tempo de atraso do pagamento, a multa não pode exceder a 2% do valor inicial do boleto. Assim, os juros não são levados em conta para o cálculo da multa.

Por exemplo, em um boleto de R$ 200,00, teríamos a cobrança de R$ 4,00 a título de multa.

Uma vez que você entende como funciona o cálculo de juros do boleto, torna-se mais fácil detectar situações em que são cobrados juros abusivos.

Lembre-se de que manter as contas em dia é importante para evitar o pagamento de juros e multas. Vale a pena, portanto, se organizar e investir sempre no seu planejamento financeiro.

E então, nosso conteúdo foi útil para você? Não perca a oportunidade e assine a nossa newsletter, para receber mais conteúdos e informações relevantes em primeira mão na sua caixa de entrada!
banner-mktplacedireto-2

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *