GuiaBolso: suas finanças organizadas em 2 minutos Começar.
 

Afinal, como funcionam os bitcoins?

banner-mktplacedireto-2
A tecnologia mudou a forma como as pessoas fazem muitas coisas, inclusive a relação com o dinheiro. Criados há poucos anos, os bitcoins são possibilidades modernas e com grande potencial de crescimento. Ao mesmo tempo, há muitas dúvidas sobre esse tema, especialmente sobre como funcionam os bitcoins.

A melhor forma para reconhecer o potencial dessa solução é se aprofundando no assunto e buscando as respostas para as dúvidas principais, certo? Pensando nisso, veja neste artigo as questões mais comuns sobre esse assunto e suas respostas!

Leia também:

– Compare 5 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?

O que são os bitcoins?

Os bitcoins são, de maneira simplificada, uma moeda virtual. Ela só circula de forma digital, não podendo ser sacada em caixas eletrônicos físicos, como normalmente acontece com o “dinheiro tradicional”.

Ela também tem uma cotação própria e, em geral, um bitcoin equivale a algumas centenas de reais. Ao mesmo tempo, ele pode ser adquirido e transferido de forma fracionada, permitindo a adaptação.

Como funcionam os bitcoins?

Embora pareça complicado, o funcionamento dos bitcoins é mais simples do que parece. Em uma análise geral, é como se houvesse o envio de um e-mail com dinheiro.

Para isso, o usuário precisa instalar uma carteira de Bitcoin e, depois, solicitar um endereço. Cada um funciona como uma “chave” e só pode ser usado para uma solicitação, a cada vez.

Com tudo isso pronto, os bitcoins podem ser movimentados entre as contas de qualquer lugar do mundo. É possível converter dinheiro “real” em bitcoins para fazer a transferência ou, então, seguir o caminho inverso.

O que garante a segurança das operações?

Uma dúvida muito comum sobre os bitcoins é sobre a segurança das operações. Considerando que o dinheiro não é físico e que não há uma entidade — como o Banco Central — para cuidar e fiscalizar tudo, como é possível garantir a segurança de operações?

A resposta é simples: por meio da criptografia. Baseando-se na mais pura matemática, as operações envolvendo bitcoins são ligadas a uma espécie de “chave” numérica, única e segura.

A partir do uso dessa chave criptografada, as operações são confirmadas e validadas, de modo a garantir a segurança. Como todo dinheiro tem uma espécie de impressão digital, não dá para falsificar a sua geração e as operações também não podem ser corrompidas.

Isso garante que, no geral, não haja grandes preocupações quanto à natureza e a validação das transferências, ajudando a regular o mercado.

Quais são os riscos envolvidos?

É importante considerar que há riscos envolvidos nessa operação. Apesar de a segurança, por si só, não ser um problema, questões ligadas a como funcionam os bitcoins precisam de maior atenção.

A realidade é que o grande risco de utilizar essa moeda virtual diz respeito às cotações. Ela ainda é uma moeda muito oscilante e, com isso, a flutuação das cotações é imensa. Quem conhece o mínimo de investimentos sabe que essa falta de previsibilidade aumenta muito os riscos.

Com o tempo, o esperado é que haja maior estabilidade quanto aos valores, mas, no momento, os bitcoins ainda exigem cuidado.

Quais são as vantagens desse sistema?

Ao mesmo tempo, eles têm muitas vantagens. Talvez a mais relevante delas seja a facilidade com a qual as operações podem ser executadas. Não é preciso abrir conta em uma instituição financeira ou seguir extensos protocolos de transferência.

Para enviar pequenas quantias para o exterior — como na hora de fazer certos pagamentos —, essa é uma das melhores opções.

As operações também estão livres, ao menos por enquanto, de encargos como o IOF, o que contribui ainda mais para a sua atratividade. Para o futuro, é esperado que essa moeda ganhe cada vez mais importância, então o seu potencial é outra vantagem que vale a pena ficar de olho.

Ao entender como funcionam os bitcoins, fica mais fácil reconhecer o potencial dessa possibilidade. Antes de fazer investimentos, portanto, aprofunde-se sobre o tema e considere todos os riscos, de modo a aproveitar as vantagens corretamente.

Se você gostou do post, compartilhe-o nas suas redes sociais e ajude seus amigos a conhecerem a moeda virtual!

banner-mktplacedireto-2

Comente!

comentários

 
 

 

Baixe agora o aplicativo de
controle financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play