Como funciona o seguro de viagem do cartão de crédito?

foto3


banner-mktplacedireto-2

Você também pode ouvir este texto! Experimente:

Edição: Isabella Mello

Você já teve imprevistos durante uma viagem? Um problema de saúde, um extravio de bagagem ou mesmo um engarrafamento que atrapalhe a programação do dia podem ser suficientes para frustrar qualquer viajante. Para algumas situações, o socorro pode estar bem perto: no seguro de viagens do cartão de crédito.

Confira no post de hoje alguns benefícios que o seu cartão pode oferecer para lhe garantir boas férias.

 

Como funciona?

O seguro viagem fica à disposição do cliente automaticamente e de forma gratuita, ao comprar uma passagem aérea, rodoviária ou marítima com o cartão de crédito.

As características desse serviço oferecido variam de acordo com cada bandeira e com as suas diferentes categorias. Quanto mais alto o nível, maior será a cobertura. O fundamental em todos os casos é que o pagamento da passagem seja feito integralmente com o uso do cartão.

Geralmente, o serviço consiste em reembolso dos valores pagos pelo cliente em situações inesperadas. Por isso, é importante guardar os comprovantes de pagamento para poder solicitar o dinheiro do banco.

Quais proteções o seguro de viagens do cartão oferece?

Teoricamente, muita coisa pode atrapalhar uma viagem. Por isso, todos os casos estão especificados previamente no contrato do seguro e é muito importante que o cliente confira a lista antes de embarcar. Assim, consegue saber quais serviços têm direito e em quais situações poderá acioná-los, podendo também analisar a necessidade de contratar outros seguros mais específicos à parte.

Vale ressaltar que, em cada tipo de contrato, outras características também variam, como:

  •         prazo de vigência do seguro;
  •         cobertura dos dependentes;
  •         valor da cobertura.

Abaixo, estão listados alguns dos imprevistos que podem ser reembolsados pelo seguro oferecido pelo seu cartão de crédito. Confira:

     – Perda ou extravio de bagagem

Dificilmente o viajante se sentirá compensado pela perda de sua bagagem. O seguro de viagens do cartão poderá fazer um reembolso parcial, somando-se à indenização que a empresa aérea terá que pagar. Também existem regras que limitam o reembolso de alguns objetos, como joias e eletrônicos, o que reduz a atuação do seguro.

Nos casos de extravio ou atraso, o cartão determina o limite de tempo para cobertura, que pode variar entre quatro e doze horas de espera, dependendo da categoria à qual o cliente pertencer.

     – Cancelamento da viagem

Em casos de doença, também é possível acionar o seguro de viagens do cartão para cancelar a viagem sem custos adicionais. O seguro pode valer caso o titular adoeça e não possa viajar, se for o companheiro de viagem quem ficar incapacitado de embarcar, ou se ocorrerem problemas de saúde com algum parente direto do contratante do serviço.

     – Atraso ou interrupção da viagem

As causas desse tipo de problema podem ser as mais variadas. Geralmente, os cartões cobrem atrasos por problemas climáticos, falhas mecânicas, perda de conexão, greves, ferimentos e outros casos especiais.

     – Emergências médicas

Em países como os Estados Unidos, que não contam com serviço médico público, uma ida ao hospital pode ficar bem cara. Algumas categorias de cartões oferecem cobertura para emergências médicas internacionais, tanto para o titular, quanto para cônjuge e filhos de até 24 anos, desde que as passagens deles também tenham sido compradas com o cartão. É importante lembrar, porém, que existem limites máximos definidos de reembolso.

     – Aluguel de veículos

O seguro de viagens do cartão geralmente cobre roubos e danos ao automóvel alugado. É possível, ainda, dispensar os seguros oferecidos pela locadora – antes de optar por dispensá-los, verifique quais são os adicionais que eles oferecem, pois podem valer a pena. Para que isso esteja incluído na lista de benefícios, o cliente deve fazer a reserva e o pagamento integral da locação do carro utilizando o cartão. Dependendo da bandeira, o seguro protegerá o titular e o motorista registrado na empresa.

     – Seguro Schengen

Este é um seguro obrigatório para todos os que visitam os países da Europa e que pode ser oferecido pelo cartão de crédito. Ele cobre despesas médicas e custos de repatriação em caso de necessidade. O viajante deve solicitar ao banco o Certificado Schengen e levar consigo na viagem, pois o documento poderá ser exigido na entrada do país.

 

Leia também:

+ 5 conversores de moeda online que você pode usar  

+ Compras de Natal: pagar à vista ou parcelar? 

+ Dicas de viagem sozinho: onde viajar no exterior sem gastar muito?

 

Fique atento:

Para aproveitar melhor os benefícios do cartão, o ideal é se informar antecipadamente sobre todas as regras de utilização, valores e restrições do seguro. No caso de possuir mais de um cartão, é legal comparar os serviços oferecidos em cada banco antes de fazer o pagamento da passagem, para escolher qual possui as melhores vantagens para o seu caso.

É importante lembrar que o seguro oferecido pelo cartão de crédito não cobre algumas situações específicas, como acidentes por esportes radicais ou complicações médicas de gestantes. Para elas, é necessário contratar o serviço à parte em outras empresas.

Não se esqueça, principalmente, que carregar um comprovante do seguro é obrigatório. Desde a regulamentação do serviço de assistência de viagens, em 2016, ficou determinado que todo passageiro deve viajar levando um documento que comprove o seguro, caso ele tenha sido contratado. Por isso, quem pretende usar o benefício dos cartões deve baixar certificados nos sites das operadoras.

Você já precisou acionar o seu seguro de viagens do cartão? Compartilhe a sua experiência e conte um pouco sobre as suas memórias de viagem nos comentários!

banner-mktplacedireto-2

Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *