GuiaBolso: suas finanças organizadas em 2 minutos Começar.
 

Empreender: como transformar o seu grande sonho em realidade

banner-mktplacedireto-2

Por Isabella Mello

Você também pode ouvir esse texto! Olha só:


 

A gente sabe que dinheiro não é tudo. Mas também não é segredo que com ele dá para conseguir muita coisa. O que acontece é que a importância de ter uma graninha disponível vai depender muito das suas vontades e objetivos do momento. Às vezes, a única coisa que queremos é ter saúde e a família bem pertinho. Aí, economizar pode não parecer tão animador. Mas e quando aqueles seus grandes sonhos aparecem? Quando você decide que quer colocar em prática a vontade de ter um negócio próprio, por exemplo? Dá vontade de agir o mais rápido possível, né?

Assim como fazer um intercâmbio, tirar um ano sabático ou comprar uma casa de campo, empreender exige determinação e, muitas vezes, mudanças de hábitos. Mas a gente sabe que você gosta de grandes desafios e que isso não vai ser um problema! Você está disposto a mudar para chegar onde quer, certo? Então olha a notícia boa: o GuiaBolso te ajuda a encontrar o seu melhor caminho para isso! Veja as nossas dicas para tornar o seu sonho de empreender em realidade:

Tenha uma ideia brilhante para resolver um problema real das pessoas!

Esse primeiro passo exige criatividade! Se ainda está difícil encontrar um negócio que pareça fantástico, faça um brainstorming (traduzindo do inglês, “uma tempestade no cérebro”): desconecte-se do celular, pegue papel e caneta, se concentre e anote todas as ideias que tiver – cada detalhe que vier à cabeça é super bem-vindo, mesmo que de início pareça meio fraco.

Acha que sozinho vai ser muito difícil pensar em algo brilhante? Pode ser interessante convidar pessoas em quem confia para te ajudarem nessa missão. O foco pode ser resolver um problema real das pessoas, oferecer um serviço que ajude elas ou um produto que demandem.

Se, por outro lado, você já tem uma ideia do que quer fazer, não deixe de sempre pensar em como melhorá-la! De qualquer forma, o mais importante nos dois casos é não desistir! A tarefa realmente não é fácil, mas pode valer a pena depois.

Trace um plano de negócios!

Não tem como comemorar a chegada se você não souber para onde está indo, certo? O mesmo acontece quando empreendemos! Estabeleça onde você quer chegar e o que quer atingir. Nessa hora, essas perguntinhas podem te ajudar a tornar tudo mais claro:

Quando espero recuperar aquele dinheiro que investi no início?  

Qual é o lucro que eu quero ter daqui 5 anos?

Quantos funcionários espero ter?

Daqui quanto tempo pretendo fazer uma melhora significativa no meu produto ou serviço?

Esse planejamento detalhado vai te ajudar a manter a saúde financeira da empresa equilibrada e a saber se você está indo pelo caminho certo!

Enxugue os gastos!

Sejamos realistas: a chance de, logo no comecinho, o seu negócio te trazer um super lucro é pequena. Então, já se prepare para o contrário!

Lembre-se de que vai ser necessário um dinheiro seu para fazer os primeiros investimentos na marca, como em divulgação e produção. Assim, para garantir que você conseguirá atender essas demandas e, ainda, os seus gastos básicos, a melhor dica é se programar para isso o quanto antes. Você pode, desde já, diminuir um pouco das suas despesas extras e, aí, guardar o valor que sobrar na conta.

Se você segue um planejamento financeiro, seja ele com a ajuda de planilhas ou do GuiaBolso, pode incluir essa economia e estabelecer para ela uma meta mensal. A vantagem é que, com esse controle, dá para separar a quantia logo que o salário cair, sem comprometer o que for necessário ou correr o risco de gastá-la com outra coisa. Mas, se você não curte se planejar com tantos detalhes e quer economizar, basta determinação. Tenha sempre em mente que fazer escolhas com consciência é o melhor caminho para não cair em armadilhas na hora das compras!

Ah! E a quantia que você deve guardar depende muito da ideia que vai colocar em prática, ta? A dica é sempre pesquisar, conversar com quem já está nesse meio e estabelecer uma boa relação com quem pode te ajudar com algum serviço!

Mantenha contas bancárias separadas!

Mesmo que no início você seja o único funcionário da empresa, já mantenha contas bancárias pessoal e empresarial separadas. Assim, você não corre o risco de confundir orçamentos, se perder no planejamento e acabar gastando parte do retorno do negócio com gastos próprios. Lembre-se de que no começo é muito interessante utilizar o lucro para investir em melhorias para a empresa ou então guardar para possíveis emergências!

Use e abuse das redes sociais!

Para ter sucesso, todo negócio precisa ser divulgado. Não tem outro jeito! E as redes sociais podem colaborar muito com isso! A vantagem de usar esse meio digital é que ele não exige muitos investimentos. Sem gastar nada, você pode criar páginas online para a marca e esperar que elas cresçam naturalmente, conforme seus amigos a indiquem para conhecidos. Mas também existe a possibilidade de patrocinar algumas publicações e, assim, aumentar a visibilidade delas – o que, apesar de envolver custos, costuma ser um meio de divulgação barato.

Peça feedback dos clientes!

Saber a opinião daqueles que usam o seu serviço ou produto é fundamental para entender se está caminhando para o lado certo. Principalmente no início da marca, quando você ainda estiver descobrindo esse novo universo, pergunte o que poderia melhorar e encare isso como um aprendizado!

 

Empreender exige determinação, mas a gente sabe que, assim como o GuiaBolso, você gosta de desafios! Então conte com a nossa companhia para correr atrás desse e dos seus próximos grandes sonhos!

         

          Leia também:

          + 5 livros para empreendedores!

 

banner-mktplacedireto-2

Comente!

comentários

 
 

 

Baixe agora o aplicativo de
controle financeiro do GuiaBolso!

Baixe na AppStore Baixe na Google Play