Como calcular juros compostos

juroscompostos

Agora que você já sabe como funcionam os juros simples, chegou a hora de aprender a como calcular os juros compostos. A fórmula dos juros compostos pode até parecer complexa, mas a gente vai explicar tudo pra você não se perder. Pega a pipoca!

Mas antes vamos entender a diferença dos juros compostos pro simples. No cálculo dos juros simples, o tempo é o principal fator que influencia quanto você vai pagar. No composto, também, mas a diferença está no fato de que sempre os juros serão cobrados sobre o valor total (a dívida inicial mais os juros do mês anterior).

Exemplo: Vamos supor que você deva R$ 100 e que os juros são de 10% ao mês (olha aí o cheque especial, gente!). Depois de um mês de dívida, os juros estarão em R$ 10 (ou seja, 100 x 10% ou 100 x 0,10). Sua dívida subiu pra R$ 110.

No segundo mês, ao invés de estarem em R$ 10, os juros já serão mais altos. Isso porque a conta que deve ser feita é do valor total da dívida vezes os 10% (ou seja, R$ 110 x 10% ou R$ 110 x 0,1), o que dá R$ 11 de juros.

Pensando em dois meses fica fácil né, mas e se a dívida já estiver em 15 meses? Você não terá de fazer a conta 15 vezes. Existe uma fórmula.

FV = PV x (1 +  i)n

via GIPHY

CALMA! Vamos à explicação:

FV: Future Value, é o valor final que você vai pagar, já contando os juros de todos os meses

PV: Present Value, é o valor inicial da dívida (no exemplo, era R$ 100)

i: é o juro composto (no exemplo, 10%)

n: é o período, o número de meses da dívida (no exemplo, são 15)

Nossa conta ficaria,
FV = 100 x (1 +  0,10)15 = R$ 417,72

Alto né? Não é a toa que o cientista Albert Einstein disse que os juros compostos são a força mais poderosa do universo. Com juros compostos não se brinca! Se você tem uma dívida, ela pode virar uma bola de neve com eles. Saia enquanto é tempo.

A conta que ninguém te conta!
Usar o Guiabolso te proporciona muito mais que visualizar de forma automática e gratuita todas as faturas e extratos em uma única tela. O app mostra o valor dos juros cobrados nas faturas dos cartões de crédito. Você nem precisa ficar fazendo nenhuma conta!


Leia também:

+ Faz sentido apostar no Tesouro Direto?

+ Taxa de juros do crédito: como encontrar as menores?

+ 50 dicas pra aprender como economizar dinheiro

+ Juros poupança: aprenda a calcular






Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *