Como saber se seu nome está sujo

blog_nome sujo



Por Guilherme Campos

Seja por esquecimento, falta de vontade de pagar, grana curta ou qualquer outro motivo, deixar um boletinho pra trás não costuma ser um bom negócio. Os problemas costumam vir quase ao mesmo tempo e aparecem lá no médio e longo prazo também.

Pense em uma conta de luz ou de água que não foi paga. Primeiro vem a multa pelo atraso. Se a situação não muda, a empresa pode deixar de prestar o serviço e até te jogar pros leões negativar o cliente. Mas isso não acontece da noite pro dia.

Primeiro o prejudicado precisa esperar alguns dias e é obrigado a notificar o cliente da falta do pagamento e da possibilidade de incluir o nome dele em uma lista de não pagadores. Normalmente a comunicação é feita com ajuda de uma cartinha. (Tá, eu concordo, ninguém mais manda carta!).

E só depois do fim de um segundo prazo é que a empresa pode realmente sujar o nome daquela pessoa. Essa segunda espera seria a última tentativa de chegar a um acordo pra resolver toda a situação.

Mas mesmo com tudo isso, porque muitos não sabem que estão com o nome sujo?

Geralmente são duas razões envolvidas nisso. O boletinho sempre tenta enganar todo mundo. Ele gosta mesmo é de ser esquecido pra ver a taxinha entrar em cena. É por isso que tanta gente recomenda ver com o banco quando se quer fechar uma conta se não ficou nada pendente.

Leia também:

+ Score baixo? Como melhorar a nota

+ Quando pedir crédito pessoal?

+ Como fazer uma simulação de empréstimo

Ou quando alguém muda de endereço ou troca o prestador de serviço. Em meio a esse processo pode ser que tenha ficado algum valor em aberto. Que, com o tempo, vira algo grande pra ter que pagar ou resolver.

E, em pleno século XXI na era de e-mail e WhatsApp, mandar um recado tão importante como esse por carta?  Sejamos sinceros, mas muitas vezes nem o próprio banco tem um cadastro atualizado do cliente. Imagine uma empresa particular. A chance da referência não ser a mais recente é muito grande!!!

E afinal de contas, o que fazer quando o nome tá sujo!

Antes de tudo, nada de pânico. Tudo bem, a situação não é legal e pode dificultar a oferta de  crédito, ou a compra a prazo. Mas não te impede de fazer muitas outras coisas, como pegar um empréstimo pessoal. O único problema é que a taxa e o prazo pra pagar podem não ser os melhores.

O ideal é procurar alguma instituição de proteção ao crédito pra checar o que está errado. Lá dá pra descobrir qual a pendência com o seu CPF. Em quase todos os casos, vai ser uma dívida o motivo do nome sujo.

Ao descobrir também é importante checar se a dívida foi realmente feita por você. Se não foi, temos um golpe em andamento. E o caminho vai ser procurar a polícia, explicar o caso e aguardar alguns dias pra tudo voltar ao normal.

Se a dívida é sua, não vai ter jeito. Tem alguns lugares que te ajudam com isso. Mas pode ser que isso não saia de graça. Pelo menos é possível fazer consultas sem sair de casa. Vem ver onde:

1- SPC Brasil.
O Serviço de Proteção ao Crédito é um dos pioneiros do Brasil a fazer esse tipo de consulta e incluir nomes na lista de devedores. Apesar do acesso e do procedimento serem simples é preciso pagar entre R$ 9 e R$ 17 pelo serviço. O valor mais alto é pra verificar problemas no CPF de outras pessoas.

2 – Serasa Experian
Tem um procedimento parecido com o SPC. Mas não cobra nada de ações simples como checar se o seu próprio CPF tem algum problema. Mas pra fazer a mesma coisa com outra pessoa também é preciso pagar.

3 – Boa Vista Serviço
Também monitora a situação online e te ajuda a descobrir qual o problema com o CPF. E as ações são gratuitas.

A conta que ninguém te conta!
Se você já está cadastrado no Guiabolso seu trabalho é menor ainda. Depois de abrir o app você só precisa de um click. E pronto, já vem a resposta se existe ou não alguma pendência com seu CPF. Não precisa preencher cadastro, nem informar qualquer documento. Rápido, fácil e grátis. Se você não se conectou com o app, boa testar essa maravilha!
E se você está com algum problema com o CPF por causa de uma dívida que tira seu sono, que tal experimentar a oferta de crédito dos nossos parceiros? Ela é mais vantajosa em 82% dos casos. Nem seu banco faz algo tão bom pra você.

Do mesmo jeito que o nome não fica sujo da noite pro dia, ele também não fica limpo tão rápido assim. Depois de identificar a dívida, negocie os valores. Já pagou tudo, ou pelo menos a primeira parcela do novo acordo?

Que ótimo! Agora é a hora de sair da lista de negativados. O prazo máximo pra isso acontecer é de 5 dias úteis. Esse é o tempo pro valor ser compensado e as empresas mudarem a lista dos negativados. Se isso não acontecer o ideal é fazer uma reclamação lá no Procon.

Outra dúvida bastante comum é o prazo máximo que um nome fica na lista de devedores por causa de uma dívida. Depois de 5 anos, o registro não pode mais aparecer por causa daquela situação. Mas a dívida continua. Ela não morre. A pessoa poderá ser cobrada pela empresa que não recebeu o pagamento.

Ela até consegue acesso a crédito ou parcela as compras com outras empresas. Mas no lugar em que não pagou a dívida o veto continua.  




Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *