Quais os serviços essenciais que os bancos têm de oferecer?

blog_serviços essenciais



Por Guilherme Campos

Isso não é um sonho distante. Muito menos uma situação que só acontece em filmes… ou uma exclusividade de país desenvolvido com sistema bancário justo e equilibrado.

Hoje no Brasil é possível ter uma conta no banco e não pagar nada (isso mesmo) nenhum real de manutenção. É claro que esse pacote só inclui ações básicas e em uma quantidade limitada. O que passar desse pacote básico vai ser cobrado a parte pela instituição.

E sabe quem oferece isso? Não são só os bancos digitais e as fintechs, mas todos os bancos brasileiros, inclusive os cinco grandes – Caixa, Itau, Bradesco, Santander e Banco do Brasil.

Leia Mais:

+ Quanto custa o pacote de serviço dos bancos?

+ Cinco direitos que você tem no seu banco

+ Quanto custa pegar um empréstimo pessoal no banco

+ Bancos Digitais: conheça as diferenças entre eles

Duvida que isso não é fake news?

Na verdade tem uma razão que explica o milagre isso. Desde 2008 existe uma Lei que determina que a conta bancária livre de tarifas é um direito do consumidor. Portanto, o Banco Central obriga todos os bancos a oferecer um conjunto de serviços gratuitos ao cliente.

Esse plano inclui ações básicas pra movimentar uma conta. É o que os especialistas chamam de serviços essenciais. Os bancos costumam oferecer uma opção pra conta corrente e outra pra poupança.

Serviços essenciais parte I – conta corrente

Os robozinhos do Guiabolso checaram cada um dos cinco grandes bancos do país. E encontraram o pacote de tarifas básicas com mais facilidade nos sites do Banco do Brasil, Bradesco, Itau e Santander. No site da Caixa os serviços essenciais estavam na lista geral com todos os outros pacotes bancários oferecidos pelo banco. Foi um trabalhão pra achar.

E quem escolhe o pacote essencial pra conta corrente tem direito a que?

  • Cartão com função débito para compras e saques (com direito a segunda via, menos pros casos de perda, roubo, furto ou dano provocado por mau uso)
  • 04 saques por mês (no caixa eletrônico ou direto no balcão de atendimento da agência)
  • 02 transferências entre contas da mesma instituição
  • 02 transferências entre contas do mesmo titular
  • 01 talão de cheques com 10 folhas por mês (e a compensação delas)
  • 02 extratos mensais com a movimentação dos últimos 30 dias
  • Extrato consolidado com as tarifas cobradas pelo banco no ano anterior (precisa ser entregue até 28 de fevereiro)
  • Consultas ilimitadas pela internet

Serviços essenciais parte II – conta poupança

Já que tem o pacote essencial na conta poupança têm:

  • Cartão de movimentação da conta (direito a segunda via, menos em caso de perda, roubo, furto ou dano provocado por mau uso)
  • 02 saques por mês (no caixa eletrônico ou direto no balcão de atendimento da agência)
  • 02 transferências entre contas do mesmo titular
  • 02 extratos mensais com a movimentação dos últimos 30 dias
  • Extrato consolidado com as tarifas cobradas pelo banco no ano anterior (precisa ser entregue até 28 de fevereiro)
  • Consultas ilimitadas pela internet

A conta que ninguém te conta!
Desde novembro de 2018, a aba Guia ajuda o usuário do Guiabolso a economizar em tarifas bancárias e gastos com manutenção da conta. Justamente por conhecermos tão bem cada pessoa, conseguimos contar pra ela se o pacote de tarifas que ela usa no banco vale ou não a pena. Na imensa maioria dos casos, é mais vantajoso migrar pro pacote essencial. Mesmo pagando uma ou outra tarifa avulsa ainda se gasta menos que pagando por um pacote e não usando quase nada que ele permite.

Além da ajuda do Guiabolso, conhecer bem o próprio perfil e a frequência com que saca dinheiro, transfere valores ou precisa de extratos ajuda bastante a definir que tipo de tarifa bancária é a recomendada pra suas necessidades. É como olhar no espelho e ter certeza que a roupa escolhida está perfeita.

Caso seu ritmo não seja tão intenso, o pacote essencial tende a ser o melhor aliado. Ele pode ser pedido na hora de abrir a conta, ou em qualquer outro momento, mesmo com ela já em funcionamento. Em qualquer uma das possibilidades o banco não pode fazer jogo duro e tentar dificultar as coisas.

Se isso acontecer você pode contar tudo pro Banco Central ou até formalizar uma reclamação no Ministério da Justiça.




Comentários

comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *