5 Cuidados pra não se dar mal na Black Friday

blog_black friday

Por Guilherme Campos

A cada ano a Black Friday ganha importância e amplia expectativas de comerciantes e consumidores no Brasil. Uns esfregam as mãos em busca de um salto no volume de vendas. Os outros contam as horas pra encontrar o produto dos sonhos com um super desconto.

Já é tradição nos Estados Unidos. No dia seguinte ao de Ação de Graças as lojas trocam mostruários e lançam novas coleções. E o que fazem com as antigas? Queimam. Vendem por valores mais atrativos, o famoso desovar o estoque.?

Aqui no Brasil as coisas são um pouquinho diferentes. Mesmo assim, a Black Friday já aparece como a quinta data mais importante do comércio, atrás somente do Natal, Dia das Crianças, dos Pais e das Mães.

A Confederação Nacional do Comércio também prevê que a sexta-feira, dia 29 de novembro, deva movimentar R$ 3,6 Bilhões de Reais, 10% acima do que foi gerado em 2018. Além disso, mais de 60% das compras devem ser feitas pela internet.

Pensando em aproveitar a Black Friday da melhor forma possível, o Guiabolso não ficou de braços cruzados. E para evitar que a data não se transforme em Black Fraude, aí vão 5 dicas tops pra evitar dores de cabeça ou lamentações até o Natal e o Ano Novo, ou sabe-se lá quando:

  1. Nada do dobro da metade do preço
    A expressão só podia ser criação de brasileiro. Alguns lugares fazem aquela sacanagem com os desavisados. Um tempinho antes aumentam o preço do produto. E nos dias que antecedem a Black Friday aplicam um desconto, claro menor que o aumento de antes. Resultado: o produto sai por um preço igual ou até maior que antes. Nada econômico. E como evitar isso? Pesquise antes. Ou conte com alguns auxiliares que fazem o esforço por você. Diz aí Zoom, Precifica, J? Cotei, Black Friday de verdade e Buscap?

  2. Não compre por impulso
    Seu orçamento com certeza vai agradecer. Não é porque está barato que preciso comprar. Lembre, esse valor pode ser usado pra outra coisa mais importante em algum outro momento. Ou pode ser o come?o de um plano maior pra tirar um sonho do papel ou se aposentar mais cedo.

    Leia Mais:

    + Amigos do Seu Bolso #2 – | Receba parte das compras da Black Friday de volta?

     

  3. Leia as letras pequenas e desconfie de preços muito baixos
    Isso pode ser o simples canto da sereia pra atrair cliques e aplicar golpes. Tome bastante cuidado com valores inimagináveis e tenha atenção redobrada com condições de pagamento que podem mudar o valor final da compra. Sabe, custa tanto à vista e é mais caro se for parcelado.

     

  4. Não se esqueça de calcular o frete nas compras online
    Achei o que tanto queria por um preço incrível? Vou comprar agora. Mas na hora de pagar vem a surpresa. O valor final está muito alto? Sim, pode ser ele, o frete, valor pago pro produto chegar até a sua casa?
  5. Cuidado com a segurança?
    Isso também vale pras compras pela internet. Não é exagero priorizar os ambientes https e endereços eletrônicos com garantias de maior controle de segurança (aquele cadeadinho no canto esquerdo da página) pra passar as informações pessoais e os dados de pagamento.

Fique ligado na Black Friday e nos dias que antecedem a data. E se conseguir colocar em prática essas dicas você vai estar mais perto de um grande negócio. De ser um case a ser seguido e não um exemplo negativo a ser evitado!


]]>

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *