5 dicas para você gerenciar melhor suas contas a pagar e a receber

gerenciar melhor suas contas a pagar e a receber

contas a pagar e a receber

Tornar-se adulto geralmente envolve mais independ?ncia, maturidade, uma dorzinha ou outra nas costas e, claro, contas a pagar. Por isso, manter um bom controle financeiro ? uma das tarefas fundamentais da tal vida adulta. Afinal, manter uma rela??o saud?vel com as suas contas a pagar e a receber significa menos problemas ao final do m?s e mais condi??es de realizar projetos pessoais, como investir em viagens, na sua casa ou em um fim de semana divertido.

Lidar com as contas, essa realidade inevit?vel, n?o significa necessariamente enfrentar um bicho de sete cabe?as. Separamos algumas dicas simples para voc? gerenciar melhor suas contas a pagar e a receber.

Conhe?a o seu fluxo financeiro

A regra de ouro para o planejamento financeiro pessoal ? a organiza??o. Deixar as contas desordenadas ? praticamente uma certeza de preju?zos, visto que h? grandes possibilidades de que voc? perca um prazo e jogue dinheiro fora com multas e juros.

Comece organizando detalhadamente todas as suas contas a pagar e a receber. O ideal ? utilizar planilhas ou mesmo um aplicativo espec?fico para o planejamento do or?amento dom?stico.

Leia mais: 4 modelos de planilha de or?amento familiar: qual ? o seu?

O importante ?, primeiramente, ter listado todos os seus gastos e receitas fixos, ou seja, toda a movimenta??o que se repete mensalmente, como pagamentos de contas de g?s e luz e o recebimento do sal?rio.

Respeite os limites do seu bolso

Com as contas a pagar e a receber organizadas e detalhadas, deduza das suas movimenta??es fixas o que j? est? automaticamente comprometido. O restante ser? o seu teto financeiro.

A segunda regra fundamental para controle financeiro ? respeitar esse limite, salvo em emerg?ncias. Procure equilibrar os seus gastos e receitas eventuais para que esse teto seja mantido m?s a m?s.

Entretanto, caso voc? extrapole o limite, n?o se desespere. Analise sua planilha de contas a pagar e a receber e entenda o que levou ao desequil?brio. Se for um gasto eventual, avalie como evitar que ele se repita. Se for por atraso no pagamento de contas, reorganize seu cronograma para evitar futuras multas e juros. O fundamental ? n?o deixar passar batido uma quebra no limite do que voc? pode gastar mensalmente.

Compreenda suas fontes de receita

T?o fundamental quanto entender seus gastos ? compreender suas fontes de receita. ? preciso saber quais contas a receber s?o de entrada constante e confi?vel, como o sal?rio ou a aposentadoria, por exemplo, e quais s?o vari?veis, como a renda de investimentos. H? ainda aquelas eventuais, como o pagamento de trabalhos freelancer.

Organize detalhadamente as suas rendas para saber quanto de dinheiro voc? pode contar a cada m?s atrav?s de suas contas a receber de entrada constante.

Avalie poss?veis altas e baixas de rendas vari?veis e veja se n?o h? op??es mais vantajosas

Quanto ?s rendas eventuais, seja criterioso quanto ao custo-benef?cio que envolve trabalho e tempo dedicados em rela??o ao retorno financeiro e ? confiabilidade desse retorno. Se uma conta a receber eventual estiver te trazendo mais gastos que dividendos, talvez seja v?lido cort?-la.

Saiba lidar com as crises financeiras

Infelizmente, ? poss?vel que ao menos uma vez na sua vida voc? precise lidar com um rombo no or?amento. Caso isso aconte?a, n?o se desespere. A dica ? utilizar a crise para aprender o que deu errado e tirar li??es valiosas para se fortalecer para uma nova imprevisibilidade.

Caso uma crise aconte?a, analise criteriosamente na sua planilha de contas a pagar e a receber o que levou ao problema e tome as medidas necess?rias.

Se for preciso levantar mais fontes de receita, comece deixando de lado as menos rent?veis e busque aquelas com caracter?sticas mais similares ?s suas melhores fontes de entrada de dinheiro. J? para cortar gastos, elenque de acordo com a prioridade: seja bastante rigoroso entre o que ? fundamental, o que ? priorit?rio, o que ? apenas regular e o que ? dispens?vel. Fa?a os cortes necess?rios para manter a sua balan?a financeira dentro equilibrada ao seu limite de gastos mensais.

? fundamental tamb?m tra?ar os comportamentos e eventos que levaram ? crise, para que voc? compreenda como o problema surgiu e o que fazer para que n?o se repita.

Voc? tem alguma outra dica para acrescentar ? nossa lista? Compartilhe conosco!

]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *