5 hábitos que evitam que você se endivide

63805-como-economizar-em-viagem-8-dicas-essenciais-750x660

1- Organize suas contas durante o mês
Em qual dia do mês você recebe seu salário? 5º dia útil? Ou então vem algum tipo de vale no dia 15 e o resto do salário no dia 1º ? Não importa o caso, o conceito aqui será sempre o mesmo. Programe o vencimento das suas contas para dias próximos ao recebimento de seu salário.
Nunca mude o dia de pagamento das contas para o dia seguinte ao que você recebe. Se a sua empresa atrasar o depósito por qualquer motivo, quem fica com os juros e a multa é você. Também é importante não deixar o pagamento das contas para um dia muito distante ao do recebimento. Você pode esquecer de alguma delas e acabar gastando todo o seu dinheiro antes do tempo.
Portanto, se você recebe no dia 1º, programe o pagamento das contas para o dia 5, e não para o dia 20, por exemplo. Fugir das multas e juros por atraso é o primeiro passo para não se endividar.
2 – Aprenda a controlar o consumo por impulso
planilha de gastos
O consumo por impulso é o mais perigoso dos custos. Quem faz orçamento pessoal sabe o que representa a compra de uma blusa ou sapato novo, só porque estava em promoção. A dica aqui é nunca comprar algo na primeira olhada, mesmo que seja uma promoção imperdível. Promoções acontecem o tempo todo.
Em geral, os marketeiros e vendedores são preparados para te convencer de que aquela compra é realmente imperdível. Por isso deve ser feita naquele momento e não depois. Você já pensou que, muitas vezes, esses profissionais estão mais preparados para te oferecer um produto, do que você está preparado para recusá-lo?
Por isso nunca compre algo na primeira olhada. Pense bem sobre o assunto. Perceba se essa compra vai realmente satisfazer alguma necessidade sua. Ou se ela vai servir apenas para te causar arrependimento quando a conta chegar.
3 – Desenvolva o hábito de fazer o controle financeiro
Fazer o controle financeiro é algo muito importante. Procure utilizar uma planilha eletrônica, que pode ser baixada na internet, para organizar suas contas pessoais. Depois coloque o controle financeiro na sua rotina.
Separe um tempinho por semana pra fazer isso. Estabeleça um dia específico, reúna os comprovantes de gastos ou extratos da sua conta e anote todas essas informações. Lembre-se de organizar os custos em fixos e variáveis.
Controlar a quantia de dinheiro que entra e sai de sua conta é o primeiro passo para não fazer dívidas. Desenvolver esse hábito é um começo para que você possa realizar conquistas maiores.
4 – Coloque seus objetivos numa planilha de gastos e estabeleça metas para alcançá-los
Outra boa maneira de não fazer dívidas, é estabelecer objetivos de consumo. Ao criar esses objetivos é preciso ser fiel a eles. Mantenha o foco e você nunca terá dívidas que não consegue pagar.
Colocar os objetivos na planilha é saber exatamente quanto tempo você vai demorar para alcançá-lo. Fixar seus esforços nesses objetivos vai te ajudar a evitar o consumo por impulso além de reduzir os custos variáveis. Afinal, o que vale mais? Sair com os amigos 3 vezes por semana ou comprar o carro que você quer?
5 – Torne-se um investidor
Controlando regularmente as informações de custo fixo, custo variável e as receitas, você vai saber exatamente quanto sobra por mês na conta. Esse dinheiro pode ser convertido em mais dinheiro! Isso é planejamento financeiro.
Alguns tipos de gastos, como a compra de um imóvel, aplicação em CDB, LCI, previdência, ações, etc, exigem planejamento prévio. Assumir esses gastos sem o devido planejamento é fazer dívida. Assumir com planejamento é investimento.
Assuma o controle de suas finanças e não deixe que as dívidas atrapalhem seu sono!]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *