7 dicas para economizar nas contas de casa durante a crise

money-2696228_1920

O avanço do novo coronavírus afetou negativamente as finanças de boa parte da população. É natural que se observe um aumento nas contas de casa com a quarentena, porém certos hábitos podem ser revistos para ajudar a passar por essa fase.

Pensando nisso separamos 7 dicas de como economizar nas contas de casa durante uma crise:

1 – Registre todos os seus gastos e tenha fácil acesso a essa informação

Muitas vezes não fazemos ideia do quanto da nossa renda comprometemos com gastos fixos, transporte, alimentação e outros. Por isso, fica muito mais difícil fazer uma escolha coerente de economia. 

Levante todos os seus custos fixos mensais (como aluguel, água, luz, telefone, internet, aulas), gastos recorrentes como alimentação e transporte e também compras eventuais. Assim fica mais fácil ter uma visão geral sobre a sua saúde financeira e definir uma estratégia de como economizar dinheiro.

Outro aspecto importante é ter fácil acesso a essa informação para consulta sempre que for ter um gasto não planejado, bem como ao saldo bancário. Uma pesquisa de 2016 do Federal Reserve mostrou que cerca de 62% dos consumidores com acesso ao internet banking no celular consultou o extrato da conta antes de realizar uma compra de maior valor, e desses consumidores, metade desistiu de comprar o item.

No app e no site do Guiabolso é possível visualizar os seus custos e com isso planejar os seus gastos para economizar mais durante os tempos de crise!

2 – Corte gastos desnecessários

Os gastos supérfluos são os maiores inimigos de uma crise financeira. Então, que tal adiar a compra de roupas, acessórios, novos móveis e outros desejos não fundamentais para o futuro?

Uma dica que ajuda nessa decisão é a “regra dos 3 sins”. Antes de cada compra responda as 3 perguntas a seguir:

  • Eu preciso disso?
  • Eu tenho dinheiro?
  • Preciso comprar agora?

Prossiga com a compra somente se as três respostas forem afirmativas, evitando dessa forma uma compra desnecessária no momento.

3 – Monitore a sua conta de luz

Com a quarentena, é natural que a conta de luz sofra um aumento significativo. Desenvolva hábitos de economia de energia, como desligar aparelhos que não estejam em uso, reduzir o tempo do banho e diminuir o uso da TV. Que tal optar por finalizar aquele livro que começou a ler ano passado como alternativa a aparelhos eletrônicos?

4 – Descubra como economizar no plano de telefone, internet e celular

Agora é uma boa hora para reavaliar os planos de celular e ter certeza que está pagando o preço mais justo de acordo com o seu uso. Acredite, muito provavelmente a sua conta poderia ser mais barata. Compare planos de celular e escolha um que caiba melhor no seu bolso atualmente.

Outra forma de economizar é avaliar o combo de internet, TV e telefone fixo. Tenha certeza que esses serviços não foram contratados separadamente e, se for o caso, considere mudar para um combo para economizar.

Além disso, avalie se usa todos os serviços extras de cada um, como linhas adicionais, bônus de internet e pacotes. Eliminar esses adicionais não utilizados pode trazer uma economia significante nos seus custos mensais.

5 – Reavalie os seus serviços de TV e streaming

Apesar de o consumo de streaming aumentar com a quarentena, vale a pena avaliar se realmente é necessário assinar mais de um desse serviço. Além disso, algumas empresas oferecem planos diferentes para quantidade de aparelhos conectados simultaneamente. Logo, provavelmente você poderá reduzir o valor da sua assinatura, ou até dividi-la com outra pessoa.

Plataformas de vídeo, como o Youtube, oferecem a opção de aluguel de filmes, que mediante o pagamento de uma taxa liberam o conteúdo para ser consumido em até 48h depois de iniciado. Pode ser uma boa opção para não precisar assinar vários planos de streaming.

Em seguida é a hora de avaliar a assinatura da TV paga: com tanta opção digital, ainda vale a pena pagar a mais para assinatura de TV? Converse com a sua operadora ou avalie qual o melhor plano entre as empresas.

6 – O que não der para cancelar, renegocie

É importante lembrar que em uma crise global todos são afetados, incluindo pequenos e médios comércios. Converse com a administração da sua academia, com a responsável pela limpeza, professores e outros prestadores de serviços que podem ver a sua renda drasticamente reduzida se é possível fazer um acordo para redução dos custos que seja vantajoso para ambos. Tente também renegociar o aluguel, se for o caso.

7 – Faça uma lista antes de ir ao supermercado

Não adianta economizar nos pedidos por delivery se cada ida ao supermercado resulta na compra de congelados caros e produtos prontos. Uma pesquisa revelou que planejar a ida ao supermercado pode gerar uma economia significativa nas suas compras do mês.

Por isso, uma sugestão é escolher suas receitas favoritas para o cardápio da quinzena e organizar uma lista de compras para pelo menos 15 dias. Além de evitar a compra de produtos que não são necessários, esse hábito ajuda a reduzir as idas ao mercado. 

Confira aqui uma lista completa de dicas que vão ajudar a economizar ainda mais no supermercado.

Após seguir essas etapas você vai conseguir amenizar os efeitos da crise nas suas finanças pessoais através de hábitos mais sustentáveis e que sejam adequados aos seus ganhos atuais. Não tenha medo de adequar o estilo de vida de acordo com a sua mudança de renda!

Com os hábitos adequados é possível passar para a próxima etapa da educação financeira que é sempre gastar menos do que se ganha e investir periodicamente, para ter um caixa reserva para o próximo tempo de crise. O Guiabolso oferece também dicas de como juntar dinheiro mais rápido.

Texto escrito pelo comparador Melhor Plano

Leia mais

+ COVID-19: Um guia de como lidar com suas finanças na crise
+ Crise do coronavírus: nossos gastos com apps já começaram a mudar?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *