Acumule 1 milhão de reais em 55 anos

golden coins

Bruany Bianchi
Muitos sonham em serem milionários, mas poucos estão preparados para mudar suas atitudes financeiras. Quando falamos em planejamento financeiro lembramos imediatamente de algumas palavras: antecedência, organização e disciplina. Para você começar a acumular 1 milhão de reais você vai precisar delas.
O primeiro passo é contribuir para sua construção de reserva, o quanto antes iniciar mais fácil será. Os aportes mensais farão toda a diferença no seu futuro. No exercício realizado os recursos arrecadados em um longo período de contribuição, fará com que o montante final seja composto por uma fatia maior dos rendimentos do que por aportes realizados, fazendo assim, o tempo e a rentabilidade trabalharem por você.
acumulação
 
Se a acumulação acontecer desde o momento do nascimento, o esforço financeiro cai quase pela metade, por exemplo, com uma contribuição de R$357,00 mensais, o montante proveniente dos juros pode chegar a 76%. Se for aos 5 anos de idade, o pai precisará aumentar a contribuição da filha para R$456,00 e o montante proveniente dos juros fica em torno de 73% e assim gradativamente diminuindo. O quanto antes você iniciar os aportes, maior será o acúmulo decorrente dos juros. Confira no gráfico abaixo.
reserva
 
Portanto antecedência e planejamento são palavras chaves para concretizar um milhão de reais. Depois, deixe o tempo trabalhar por você e ao final desfrute sua nova vida de milionário.
Para começar a planejar seu futuro, comece por esses passos:
– Trace seu objetivo: por exemplo, quero chegar a 1 milhão de reais até minha aposentadoria
– Defina em quanto tempo você vai chegar a esse valor. A própria instituição financeira pode te ajudar nos cálculos e assim também definir o valor das contribuições e quando aumentá-las.
– Qual vai ser o tipo de investimento? Renda fixa ou renda variável? O que faz sentido para meu perfil e capacidade? Observe que se você for mais conservador, provavelmente as contribuições serão maiores, e se caso, for mais arrojado será menor.
– Não esqueça da sua aposentadoria! Acompanhe seu investimento, de tempos em tempos, revise seu plano. Confira se o valor aportado está condizente com sua situação financeira, não deixe de conferir se os investimentos escolhidos estão no caminho certo.
 
* Levamos em consideração o seguinte cenário: as mesmas taxas reais anuais (4,5% a.a) e mensais (0,37% a.a).
 ]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *