Afinal, o que é síndrome do impostor?

Unhappy Man Calculating Tax

banner-GB
Unhappy Young Man Calculating Tax At Home
Muitas pessoas sofrem grande parte de suas vidas, tendo a sensação de que o sucesso que lhes é atribuído, na verdade, não é merecido. Com isso, deixam de aproveitar os resultados de suas conquistas e são, o tempo todo, assombradas pela possibilidade de os outros notarem essa “farsa”. A esse quadro, dá-se o nome de síndrome do impostor.
Acompanhe o post de hoje e entenda mais sobre esse mal que acomete mais gente do que você supõe.

Principais características da síndrome

Ela faz com que o seu portador tenha a nítida sensação de não ser capacitado, mesmo sendo um verdadeiro sucesso. Também deixa quem a tem com a ideia que suas vitórias deveriam ser atribuídas a fatores externos, como à sorte, por exemplo. Por mais que não se fale muito nisso, esse problema — que afeta milhões de pessoas no mundo todo — é comum a quem demonstra tendência a se menosprezar, considerando como de menor valor tudo o que pensa e que faz.

Seus mais típicos sintomas

Pensamentos de não ser merecedor de elogios ou de posições para as quais foi escolhido a ocupar são sintomas de que a síndrome do impostor está instalada. Há, paralelamente a essas concepções, a ideia de que, a qualquer momento, serão descobertos os verdadeiros motivadores do sucesso alcançado, e isso ocasiona um verdadeiro temor recorrente.

Comportamento dos portadores

Quem sofre da síndrome do impostor tende a cometer auto sabotagem. Isso se dá de diversas maneiras: procrastinação é uma delas, já que, ao deixar tudo para a última hora, seu portador aumenta as chances de fracassar em tarefas importantes e se livra da culpa que acompanharia um provável sucesso.

O que motiva o pensamento da existência do eu-impostor

Pensamentos que transferem a responsabilidade sobre os resultados das ações para um eu-impostor podem ter suas raízes em episódios de desvalorização das ações do indivíduo, ainda na sua infância. Esses pensamentos também são atribuídos à baixa autoestima e à visão pessimista de si mesmo.

Como se libertar da síndrome do impostor

As mais eficientes formas de se livrar dessa angustiante — e contraproducente — síndrome estão contidas em tudo aquilo que puder ser usado para reforçar a autoimagem e a autoestima.

Aprendendo a lidar com o sucesso

Ainda tratando de formas eficazes para abandonar os pensamentos originados pela síndrome do impostor, ressaltamos a necessidade de saber lidar com o sucesso. Para o portador da síndrome, os desdobramentos de suas conquistas — como maiores responsabilidades e o medo de não conseguir corresponder satisfatoriamente a elas — são aterrorizantes.
Portanto, é fundamental, ao se perceber estar com pensamentos que tipificam a síndrome, assumir uma postura corajosa diante dos fatos e enxergar-se como apto e capaz das conquistas já realizadas — e das que dela resultarão.
Mais um dos fatores que destaca a síndrome do impostor é o fato de afetar pessoas muito capazes. Vítimas desse mal ocupam posições de liderança, são ícones populares e fazem parte de todas as vertentes. Portanto, ao identificar algum pensamento que se pareça com os que listamos aqui no post, mude o quanto antes seu jeito de encarar as coisas e, se necessário, procure ajuda profissional, como terapia ou psicólogo.
O que você achou do post? Compartilhe a sua opinião aqui nos comentários!
banner-GB-2
Leia também:
– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?]]>

One Comment

  1. Muito bom!
    Ainda que em menor ou maior grau, acredito que todos nós passamos em alguma fase da vida com essa síndrome.

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *