Cai o número de pessoas com mais de uma conta corrente

noticias-sobre-taxas-bancarias-2

O estudo indica que as altas taxas bancárias têm assustado tanto pessoas com rendimentos de R$ 800 a R$ 4 mil por mês como outras com ganhos acima de R$ 4 mil mensais. Celso Grisi, diretor presidente do Instituto Fractual, dá a entender que o consumidor aprendeu a valorizar seu salário. “Para pagar cada vez menos tarifas, os brasileiros estão usando produtos e serviços de apenas um banco”, afirma.
Pois é, os números ajudam a compor boas justificativas. Em 2009, por exemplo, pessoas de alta renda conciliavam, em média, duas contas para cada indivíduo. No ano seguinte, a média cedeu para 1,89 e em 2011 mais ainda: 1,83. Foi no ano passado que a estimativa apontou a menor baixa que se tem notícia: 1,80.
E no público de alta renda, temos a mesma tendência? Sim. Em 2009, por exemplo, 1,43 pessoa mantinha conta corrente aberta, número que decresceu para 1,39; em 2010, o valor foi ainda mais ao chão, para 1,31. E em 2012, por fim, 1,11.
O brasileiro está, ou não está, mais esperto com as taxas? A pesquisa do Instituto Fractual mostra bem isso!
Aliás, essa é uma ótima notícia, já que os valores que deixa de pagar para outro banco podem ser aplicados em benefícios a si próprio, como a aquisição de um produto e/ou contratação de um serviço.]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *