Carro parado na garagem? Cuidados com o automóvel para não ter surpresas depois!

cuidados com seu carro
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-mktplacedireto-2-2.png

Por Carol Stange, especialista em finanças pessoais

Arrisco dizer que o carro é o queridinho de todos nós, mas justamente por causa das restrições de locomoção pelas quais estamos passando, é o nosso bem material que mais têm sofrido. 

Para quem ficou com a impressão de que perdeu alguma coisa no parágrafo anterior, preciso dizer que a falta de uso é um dos maiores inimigos do automóvel. Os desgastes prematuros de peças e problemas diversos (complexos ou não) são inevitáveis quando se mantém o carro praticamente sem rodar por mais de 2 meses. 

Inspirada na última Revista Quatro Rodas, separei algumas dicas de cuidados simples para que, na volta à rotina, não sejamos pegos de surpresa com gastos desnecessários relacionados ao veículo. 

Cuidados com o motor

É indicado ligar o veículo uma vez por semana e ainda, se possível, rodar com o automóvel por aproximadamente 10 minutos (nem que seja dentro do condomínio ou garagem), que é o tempo para que o óleo consiga percorrer todas as partes do motor.

Cuidados com os pneus

A indicação é mantê-los com a calibragem máxima permitida pelo fabricante. Como as borrachas se deformam com o tempo, a movimentação semanal é importante para que elas não sejam afetadas. Após a quarentena passar, você deve voltar para a calibragem recomendada para o dia a dia. 

Cuidados com o tanque de combustível

O ideal é deixar o mínimo de ar dentro do reservatório enquanto o carro está parado por causa da quarentena. O “passeio semanal” de 10 minutos é importante para movimentar a gasolina dentro do tanque, já que ao ficar parada, ela pode estragar. Para carros que estão sem ligar o motor há mais de dois meses, pode ser aconselhável trocar todo o combustível do tanque. Verifique com o seu mecânico de confiança.

Cuidados com a bateria

Se o carro tem em torno de 10 anos de uso, e realmente for ficar parado, a retirada da bateria pode ser indicada. Os veículos mais recentes têm baterias seladas e não demandam essa retirada. Independentemente da idade do veículo, é  recomendável que o carro seja ligado pelo menos uma vez por semana, já que isso evita que o ácido da solução dentro da bateria se concentre no fundo e corra para as placas de chumbo, o que reduz a capacidade de recarga da peça.

Cuidados com os freios

Pode haver oxidação dos discos de freios, mas frear levemente na voltinha semanal de 10 minutos fará com que essa oxidação superficial seja expelida. Não se assuste com os ruídos – conforme o sistema for solicitado, a própria pastilha “raspa” os restos de oxidação do disco.

Cuidados com o ar-condicionado

Os filtros retém muita umidade e por causa das bactérias que se acumulam no sistema, o mau cheiro pode aparecer ao religá-lo. Na saída semanal com o veículo, mantenha o ar condicionado ligado e saiba que, ao retornar à rotina, uma limpeza especializada pode ser a solução se o odor continuar.

Cuidados com as palhetas dos para-brisas

Se o carro fica exposto ao sol, recomenda-se deixar as hastes dos limpadores levantadas para evitar o contato com o para-brisas quente, o que acelera o desgaste da peça. Lembre de limpar a borracha ao recolocá-la no lugar, pois a poeira pode arranhar o vidro.

Cuidados com a pintura

Sujeira antiga depositada por muito tempo na lataria, pode manchá-la permanentemente. Mantenha a lataria limpa para não ter gastos mais tarde com polimentos específicos.

Mesmo que você não entenda nada de mecânica, ficou fácil de entender que cuidar de um bem material tão valioso quanto nosso automóvel pode ser simples, certo? 

Um beijo e vejo você no próximo conteúdo sobre finanças pessoais. Até mais!

Leia mais:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-mktplacedireto-2-2.png

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *