Come-cotas - você sabe o que é?

saude-financeira-comecotas-fundos-de-investimento-e1348557241384-2

Você é um dos milhões de brasileiros que estão resgatando seus recursos em cadernetas de poupança para se aventurar por novos caminhos da renda fixa? Então fique esperto com as tributações em cada aplicação. A mais inesperada (e desanimadora) ocorre para quem aplica em fundos de investimento de renda fixa e DI, a chamada “come-cotas”. Cuide da sua saúde financeira!

O come-cotas nada mais é do que uma cobrança antecipada de imposto de renda, cobrada semestralmente no último dia útil de maio e de novembro, reduzindo as cotas dos clientes. Essa cobrança é realizada pelos administradores dos fundos. Não adianta burlar a cobrança, resgatando o montante antecipadamente. Neste caso, os valores são descontados no momento do saque.

Mas qual é, afinal, o percentual que incide sobre suas cotas? O come-cotas utiliza uma alíquota de 15% dos investimentos de longo prazo e de 20% nos de curto prazo (a variação visa desestimular movimentos especulativos).

O que este imposto faz, na verdade, é reduzir a quantidade de cotas que você tem em cada fundo, não diminuindo o valor individual de cada cota, mas, por outro lado, reduzindo significativamente o valor total de sua aplicação.

Assim, fique atento à sua saúde financeira e não se aventure em nenhum tipo de aplicação antes de conhecer todas as cobranças e tributações que podem reduzir sua margem de lucro!

]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *