Como começar um fundo de emergência

fundo-de-emergencia-2

Se o seu presente é de dívidas, juros altos, má administração financeira e incapacidade de gerenciar seus recursos, que tal começar hoje a mudar sua história por meio de pequenos hábitos que garantirão, a longo prazo, uma saúde financeira muito mais sólida?
Se você está disposto a melhorar sua saúde financeira, a primeira regra é lutar para a construção de um fundo de emergência. Um fundo de emergência é uma reserva monetária voltada para a sua proteção em caso de ocorrência de eventos inesperados, como despesas médicas, necessidade de comprar algo fora do orçamento, conserto do carro, ou mesmo, para realizar alguns sonhos de valores mais altos, como uma viagem ou a compra de um imóvel.
fundo de emergencia reserva financeiraPara começar um fundo de emergência, seu salário é o que menos importa. O essencial, neste caso, é a aderir à cultura da poupança – algo muito difícil de ser inserido em uma nação mais adepta do financiamento e do crédito fácil. O maior desafio de quem começa um fundo é o preparo para compreender que essa reserva será uma nova “conta” na divisão de suas despesas mensais (assim como você tem de pagar a conta de energia elétrica para não ficar no escuro, você terá, obrigatoriamente e todos os meses, que colocar valores previamente fixados em sua caderneta de poupança com liquidez elevada ou outro tipo de aplicação financeira de baixo risco (como fundos DI ou CDB).
importancia fundo de emergenciaUma caderneta de poupança com liquidez elevada (os valores podem ser sacados a qualquer momento) é um bom destino para quem começa um fundo pela primeira vez. Mas lembre-se, a disciplina e a determinação é que são essenciais e não os valores aplicados!]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *