Como ensinar seus filhos a organizar as finanças pessoais

como-ensinar-seus-filhos-a-organizar-as-financas-pessoais20801

banner-GBcomo-ensinar-seus-filhos-a-organizar-as-financas-pessoais20801Para organizar o orçamento e investir em algum sonho comum a toda a família, como dar entrada em um carro novo ou fazer uma viagem de férias, a participação dos filhos é essencial. O primeiro passo para motivar as crianças a participarem é ensinar para elas a importância de economizar. Mesmo práticas simples, como cortar o sorvete depois da escola e dar uma mesada, fazem a diferença e ajudam os pequenos a entenderem a importância da educação financeira.
Veja como ensinar seus filhos a organizar as finanças pessoais:

Estabeleça uma mesada

Dependendo da idade das crianças, um passo importante para ensiná-las a gerenciar o dinheiro é dando uma mesada simbólica. É importante explicar que o dinheiro não deve ser gasto de uma só vez porque, se ele acabar, a criança terá que esperar até o próximo mês para comprar qualquer outra coisa.

Mostre que nada se consegue sem esforço

Explique a diferença entre tarefas que são obrigação da criança, como fazer a cama e guardar os brinquedos, e aquelas que são atividades extra, como ajudar a guardar as compras do supermercado e passar o pano para tirar o pó dos móveis. Toda vez que os pequenos fizerem uma tarefa extra podem ser recompensados por isso. Essa prática vai deixar claro para eles que vale a pena fazer um esforço, já que receberão por isso.

Reforce a importância da poupança

Ensinar os pequenos a pouparem desde cedo ajuda a criar hábitos financeiros saudáveis. Converse com as crianças e, juntos, criem uma meta de poupança para o mês e definam como o dinheiro será usado. Comece com valores pequenos e vá aumentando gradativamente conforme a criança for se acostumando com a prática. Uma forma de estimular a poupança é combinando que a cada R$ 100 poupados você vai completar com mais R$ 50, por exemplo.

Ensine como evitar gastos supérfluos

Gastos supérfluos podem comprometer o orçamento. Por isso, quanto antes as crianças entenderem como podem evitar esse tipo de despesa, melhor. Uma boa forma de introduzir o assunto é falar que o lanche da escola, por exemplo, não precisa ser comprado na cantina. Quando o pequeno leva a comida de casa, além de se alimentar melhor, ele economiza a quantia que gastaria na cantina e pode usar o dinheiro para outras coisas mais importantes para ele, como um cinema no final de semana.

Dê o exemplo

De nada adianta educar as crianças financeiramente se os próprios pais não dão o exemplo. Mostre para seus filhos como você mantém os gastos sob controle e evite compras por impulso na frente deles. Ensinar a importância das finanças pessoais para as crianças é prática essencial para garantir que eles crescerão sabendo a importância do dinheiro e que nunca devem gastar mais do que ganham. Quanto antes os pequenos entenderem que é essencial consumir de forma consciente e dar valor aquilo que têm, melhor eles se sairão no gerenciamento das próprias finanças no futuro.
Ainda tem alguma dúvida sobre a importância das finanças pessoais para crianças? Deixe nos comentários!
banner-GB-2
Leia também:
– Compare 6 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *