Como funciona o crédito consignado? Devo usá-lo?

shutterstock_144678089-2

Mas antes de solicitar qualquer tipo de empréstimo, é preciso ter certeza se ele é realmente necessário. A seguir, você vai entender como funciona o crédito consignado e aprender a avaliar se ele é a sua única alternativa.
 

Estou sem dinheiro para pagar as contas e agora?

Primeiramente muita calma. A atitude a ser tomada é anotar todas as contas que ainda não foram pagas, bem como dívidas, faturas de cartão, dentre outras. Trace um panorama da situação financeira real em uma planilha de gastos. Anote todos os seus gastos e também tudo o que você ganha, seu salário, recebimentos extras e pensão (se houver). Agora faça um somatório de todas as receitas e subtraia as despesas. A conta ficou no vermelho? Então, você precisa realmente de dinheiro extra!
Identificar o problema no início é muito importante. Assim, você tem tempo para elaborar uma estratégia de recuperação antes de começar a pagar juros altos.
 

Passo a passo para a solução

shutterstock_144678089É bem provável que na página do seu internet banking haja um aviso luminoso de crédito “fácil”. Ou que sua atenção tenha sido bruscamente capturada por um anúncio na TV sobre crédito consignado. Mas antes de pensar nessas alternativas, elimine todas as demais opções. A dica agora é: de posse do valor necessário para quitar seus débitos pense se existem formas menos onerosas de obter esse dinheiro. Faça as seguintes perguntas para si mesmo:
a) Possuo algum valor investido no banco?
b) Consigo, imediatamente, reduzir alguns gastos até a situação melhorar?
c) Eu consigo uma renda extra que seja suficiente para quitar a dívida?
Se a resposta para todas as questões foi não, então é hora de pesquisar opções de empréstimos. De fato, o crédito consignado é uma alternativa atraente, mas antes de contratá-la aprenda mais um pouco sobre o assunto.
 

Crédito Consignado

O que é?
É uma modalidade de empréstimo concedida a trabalhadores de empresas públicas, privadas, ou a beneficiários do INSS. Os valores das prestações são descontados diretamente na folha de pagamento ou no benefício previdenciário do cidadão. Trata-se de uma modalidade de crédito que normalmente contempla juros mais baixos e que pode ser parcelada em mais vezes.
Por que ele pode ser mais vantajoso do que outros tipos de empréstimo?
O desconto direto em folha de pagamento permite que a instituição financeira tenha maior de que vai receber. Com essa cobrança praticamente automática, em alguns casos, é possível emprestar até para pessoas com nome negativado (inadimplentes com registro no SPC ou Serasa). Essa segurança faz com que os juros desse crédito seja um dos mais baixos do mercado, facilitando na hora de trocar as dívidas caras por dívidas baratas (Já falamos disso aqui no blog: http://blog.guiabolso.com.br/2013/08/21/troque-sua-divida-por-outra-mais-barata/)
Agora sim você está pronto para tomar sua decisão. Mas lembre-se de que depois de se livrar das faturas pendentes você terá uma prestação que vai consumir uma parcela importante do seu salário. Portanto, programe-se para quitar as prestações e, se possível, antecipá-las, o que reduzirá ainda mais os juros finais. Reorganize sua vida financeira para que isso não se repita
no futuro: apesar de ser fácil de contratar o melhor mesmo é ter dinheiro em caixa para viver com tranquilidade.
Para mais informações como esta visite sempre a nossa página. E não esqueça de deixar seu comentário.]]>

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *