Como funciona um seguro de vida? Vale a pena?

seguro de vida vale a pena?
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-mktplacedireto-2-2.png

É impossível que durante a nossa trajetória de vida alguns riscos não sejam experimentados. Mas você sabia que existe uma maneira de proteger seus familiares e pessoas próximas que dependem de você no caso de sua falta ou invalidez? Estou falando do seguro de vida, um novo produto agora disponível na prateleira do Guiabolso, em parceria com a Icatu.

Para evitar que situações inesperadas e desagradáveis, como uma grave doença ou um acidente, comprometam a segurança de tudo aquilo que você conquistou e o bem-estar da sua família, contratar um seguro de vida pode ser o melhor caminho. É natural para nós evitarmos pensarmos em algumas situações como morrer antes do que imaginávamos, ficar incapaz e depender de outras pessoas. Mas imprevistos acontecem…

Pensando nisso, elaboramos um guia que te ajudará a entender um pouco mais sobre esse tipo de seguro e já avaliar a sua contratação. Confira!  

1. O que é seguro de vida?

O seguro de vida é um serviço que te protege contra eventos específicos determinados no momento de contratação. Ele consiste no pagamento de uma indenização que ameniza a crise financeira que normalmente acompanha eventos fatais ou outras ocorrências graves, mas que não tenham levado à morte. Assim, é importante saber que o seguro de vida não é apenas válido para casos de morte, mas também funciona em situações de invalidez, já que podem comprometer a fonte de renda familiar.

2. Para que serve o seguro de vida?

Ao fechar um contrato, a seguradora garante que vai proteger financeiramente a sua família, ou quem seja seus beneficiários indicados no seguro, caso aconteça algo inesperado com você. Por isso mesmo, o seguro de vida pode ser destinado a uma ou mais pessoas e oferece várias opções de cobertura, mas tudo isso depende do plano contratado. O seguro de vida serve portanto para proteger pessoas próximas e você mesmo em caso de invalidez ou mesmo morte.

3. Por que contratar um seguro de vida?

O seguro de vida é um investimento em sua segurança financeira. Algumas vantagens de contratar o produto:

  • Segurança: é uma proteção financeira para um futuro incerto porque garante a você mesmo ou seus beneficiários um recurso em caso de imprevistos.
  • Liberdade e personalização: você pode deixar como beneficiário pessoas que inclusive não irão receber sua herança. Além disso, é possível personalizar a cobertura e valor de acordo com o seu estilo de vida.
  • Sem burocracia: os recursos são liberados rapidamente nos casos cobertos (em até 30 dias), sem que os beneficiários tenham de esperar o inventário e partilha de bens. Além disso, a indenização do seguro de vida é isento de Imposto de Renda.

4. Benefícios

Como você já deve ter percebido até aqui, os benefícios do seguro de vida são muitos.

Manutenção do padrão de vida familiar

Em caso da sua ausência, o seguro de vida garante uma indenização que ajudará a família, ou quem seja seus beneficiários indicados no seguro, a manter o padrão de vida por um tempo.

Educação dos filhos

O dinheiro a ser recebido em caso de eventualidades também pode garantir a educação dos seus filhos no futuro.

Plano de Saúde

Sabemos como é caro manter o plano de saúde de nossos dependentes. O seguro de vida pode garantir essa renda para quem você ama estar sempre bem.

Beneficiários

Você pode escolher qualquer pessoa como beneficiário, não só membros da família.

Sem inventário

Em caso de morte, o dinheiro do seguro de vida não entra no inventário. Com isso, os beneficiários evitam taxas, além de receber o dinheiro rapidamente.

Dinheiro para despesas extras

Também em caso de morte, como você deve saber surgem muitas despesas extras como gastos com funeral e médicos. Para não deixar sua família desamparada e eventualmente até se endividar, o seguro de vida é uma opção para garantir dinheiro nesses momentos.

5. Como funciona e quais são as coberturas do seguro de vida?

O seguro de vida é estabelecido por um contrato entre você a seguradora. Nele, irá constar o valor do prêmio (o valor mensal que irá pagar à seguradora para ter direito à cobertura), o valor da cobertura, os tipos de cobertura e os beneficiários, quem irá receber o dinheiro.

Preço mensal (prêmio)

Os preços a serem pagos mensalmente variam de acordo com alguns fatores, como coberturas, idade, capital segurado, entre outros, por isso, na hora de fechar negócio, avalie qual seguradora tem a melhor oferta diante do quanto você pode pagar! Quanto maior for o grau de risco escolhido pelo usuário, ou seja, a quantidade de situações estabelecidas e os perigos relacionados a elas, maior será a mensalidade exigida pela seguradora.

Valor da cobertura ou apólice

Mesmo que você seja do tipo que gosta de viver a vida sem pensar no amanhã, é bom lembrar que o seguro de vida é, na verdade, uma segurança para aqueles que dependem de você. Sabemos que não é tão fácil imaginar qual seria o valor ideal da indenização, mas calcular o impacto que a sua ausência causaria no dia a dia dos seus dependentes é uma boa dica para se aproximar dele.

Se você for a única fonte de renda da família, é justo que você considere que levará um tempo até que outra pessoa se insira no mercado de trabalho. Nesse caso, calcular de cinco a dez anos do seu salário pode ser um bom volume de indenização. Por outro lado, se outra pessoa também já contribui financeiramente com as despesas da casa, a apólice pode ser menor.

Outra dica é pensar no estilo de vida de sua família e nas características pessoais de seus filhos para calcular por quanto tempo eles precisariam dessa ajuda. Se você já tem uma reserva, ela também deveria entrar na conta já que também é um colchão para você e sua família viverem por um tempo, já que, o acesso da família a essa reserva em caso de morte depende do inventário e do pagamento do ITCMD, que pode chegar a 6% do valor do patrimônio em alguns estados. O seguro é um recurso imediato para o pagamento do ITCMD e acesso ao patrimônio.

Se optar por contratar o seguro de vida pelo Guiabolso, a gente já entende o seu perfil financeiro, de acordo com as contas conectadas, e te indica qual seria a melhor cobertura. Neste post, a Icau também explica o que é a apólice.

Leia mais: De quantos seguros de vida você precisa e como definir valores

6. O que é preciso para contratar o seguro de vida?

A contratação do seguro de vida é muito simples sendo necessário apenas RG e CPF do titular, comprovante de residência e outros documentos que mudam de acordo com o seguro. 

Como funciona a carência e contratação no Guiabolso?

Para você contratar o Seguro de Vida da Icatu no nosso aplicativo, é preciso ter pelo menos um salário mínimo como renda, mas você não precisa se preocupar em apresentar um comprovante, já que a gente tem acesso aos seus extratos! Outro ponto que vai facilitar muito a contratação é que não será exigido exames médicos ou a declaração pessoal de saúde (DPS), porém, você tem carência de 12 meses para cobertura de morte por causas naturais. 

Carência é o período contado a partir da data de início de vigência do seguro em que não estarão cobertos eventos de mortes por causas naturais, sendo devido apenas às indenizações ocasionadas por morte acidental.

A contratação acontece 100% digital e dentro do nosso aplicativo!

7. Onde contratar seguro de vida

O seguro de vida é firmado por meio de um contrato que deve ser pactuado junto a uma seguradora confiável. Todas as seguradoras, inclusive, devem ser reguladas e fiscalizadas pelo Sistema Nacional de Seguros Privados (SUSEP), para garantir a segurança do dinheiro de quem contratou o serviço. E a parceria entre Guiabolso e Icatu tornou possível fazer isso tudo de maneira online, pelo próprio aplicativo, disponível para Android e iOS.

Leia também

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-mktplacedireto-2-2.png

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *