Como negociar dívidas e não ficar com o nome sujo?

banner-620x100-2 Ter o nome sujo no mercado ? uma das maiores dores de cabe?a que um consumidor por ter. Esta restri??o impede a realiza??o de diversas atividades que fazem parte do cotidiano, como comprar um eletrodom?stico por meio de credi?rio, pleitear um financiamento imobili?rio, alugar um im?vel ou solicitar um cart?o de cr?dito. A boa not?cia ? que limpar seu nome ? poss?vel. Basta ter determina??o para negociar seus d?bitos e, principalmente, n?o fazer novas d?vidas. Veja como negociar d?vidas e n?o ficar com o nome sujo:

Monte uma proposta para negociar d?vidas

Antes mesmo de negociar d?vidas ? importante montar uma proposta de pagamento que seja adequada para sua realidade. Para isso, ? importante listar todas as suas d?vidas, com os respectivos credores e valores. Comece pelas que cobram os juros mais altos, como rotativo do cart?o de cr?dito e cheque especial. Ao montar uma proposta ? importante levar em considera??o tamb?m o valor que paga atualmente de juros em cada d?vida que possui. Este dado ? essencial para voc? decidir por qual d?vida come?ar a negocia??o. Sua renda mensal e, ainda, o dinheiro que tem dispon?vel para dar de entrada no processo de quita??o tamb?m s?o fatores que devem ser considerados ao montar a proposta.

Converse com o credor

Contatar e conversar com o credor ? o pr?ximo passo para negociar d?vidas e limpar seu nome. Apesar de algumas institui??es financeiras j? oferecerem o recurso de renegocia??o de d?vida online, o mais indicado ? entrar em contato com os credores pessoalmente. Isto acontece porque propostas via internet costumam ser padronizadas. O que funciona para um cliente, pode n?o ser a melhor op??o para voc?. Por mais que voc? deseje limpar seu nome ? ou n?o suj?-lo ? ? importante n?o se intimidar durante a conversa com o credor. N?o aceite, por exemplo, ter que contratar servi?os para renegociar a d?vida. ? importante ser firme, mostrar que est? disposto a resolver a quest?o em termos que sejam adequados para as duas partes.

Opte por uma negocia??o que voc? consiga pagar

Depois de conversar com o credor, o pr?ximo passo para negociar a d?vida ? analisar as condi??es do acordo e optar por uma negocia??o que voc? consiga realmente pagar. Veja se a proposta tem valores altos demais e apenas alonga sua d?vida, com a divis?o do d?bito em v?rias parcelas. Tenha em mente que quanto mais parcelas voc? tiver que pagar, maiores ser?o os juros. Pergunte qual ? a taxa de juros cobrada para se certificar que ela n?o est? acima da m?dia do mercado. Tente sempre pagar a d?vida no menor tempo poss?vel, de acordo com suas possibilidades e com um valor de parcela que realmente caiba no seu bolso. Caso tenha algum dinheiro guardado, verifique a possibilidade de dar uma entrada que ser? abatida no valor total da d?vida.

V? a um feir?o de negocia??o

Mesmo buscando um acordo com a institui??o financeira, ? importante se certificar tamb?m se est? prevista a realiza??o de feir?es de negocia??o na sua cidade e se seus credores estar?o presentes. Em geral, as condi??es que s?o oferecidas neste tipo de evento, que n?o tem data espec?fica para acontecer, s?o melhores do que as dos acordos individuais. Esta ? uma forma que o banco tem de garantir que conseguir? receber pagamentos por volume, j? que s?o muitas as pessoas que buscam quitar suas d?vidas e limpar os nomes nestes feir?es. ? importante depois de negociar d?vidas e n?o sujar seu nome, criar o h?bito de s? comprar ? vista e, principalmente, controlar os gastos e manter sua vida financeira em dia. Se precisar de ajuda, conte com o GuiaBolso para organizar suas finan?as. banner-620x100-1Leia mais: Os 5 melhores aplicativos de controle financeiro ?As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro ?50 dicas para aprender como economizar dinheiro ?Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?]]>

2 Comments

  1. quero renegociar minha divida com o banco do brasil mais esta dicifil

    • Cara Wanderleia,
      Temos um texto aqui no blog que pode te ajudar nisso.
      Você conhece a regra do efeito dominó?
      Outra opção seria encontrar outro banco que possua taxas melhores do que a que você vem pagando e exigir a portabilidade da sua dívida.
      Obrigado
      Equipe Blog GuiaBolso

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *