Como se organizar com os gastos de começo de ano

guiabolso

Publicado em 26/01/2021

Um novo ano, novas metas, novos objetivos e mesmos boletos. O começo de ano pode ser um período de renovação para muita gente, mas também pode ser um período de surpresas desagradáveis para quem não se planejou financeiramente.

Isso acontece porque nesses primeiros meses do ano, os brasileiros se deparam com gastos inevitáveis, principalmente com impostos. E não são poucos os que são pegos de surpresa.

Você já sabe quais são os gastos que devem estar no seu orçamento nesse período? A lista a seguir pode te ajudar a garantir que não esqueceu de nada, além de entender um pouco mais sobre esses gastos.

IPTU.

O IPTU é o Imposto Sobre Propriedade Predial e Territorial Urbana. Ou seja, é um tributo sobre todos os proprietários de imóveis e terrenos do país. Esse imposto é responsabilidade dos municípios e é a prefeitura quem decide seu valor final.

Apesar do valor ser cobrado anualmente, o IPTU pode ser pago ao longo de vários meses. Mas, quem opta por pagar à vista tem desconto de em média 3% no valor total, o que pode variar de acordo com o município.

IPVA.

Proprietários de carro também têm um imposto para acertar no início do ano: o IPVA (Imposto sobre Veículos Automotores), que também é cobrado anualmente.

Assim como o IPTU, o valor pode ser pago em até três parcelas ou à vista. Quem opta por pagar em cota única, pode ter desconto no valor, definido ou não pelo governo de cada estado.

DPVAT.

Além do IPVA, outro gasto que os donos de veículos têm é o DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Terrestre). Esse imposto se trata de um seguro obrigatório que o motorista deve pagar e que indeniza as vítimas e familiares no caso de um acidente de trânsito. Mesmo que seja paga pelo proprietário do carro, o DPVAT indeniza todas as pessoas envolvidas no acidente ou família das vítimas.

É importante lembrar que mesmo que você contrate um seguro particular para seu carro, é importante ficar em dia com o DPVAT. Ele é uma das exigências para obter o licenciamento do carro. 

Matrícula escolar e compra de matrículas.

Ainda que com um ano atípico, certos gastos não mudaram. Ainda que muitas escolas continuem com o ensino a distância, os gastos com matrícula e com materiais escolares devem continuar como uma das despesas de como de ano. Infelizmente, não existe muito espaço para negociação nesses valores.

Seguros.

Todo seguro contratado, seja ele de vida, automotivo, para celulares, casa, ou qualquer outro, sofrem alterações anuais. E em alguns casos, elas são pagas logo no início do ano, então vale ficar de olho na sua apólice para ver se isso vale para o seu contrato. 

Agora que você já conhece os principais gastos de começo de ano, é hora de entender como se planejar para eles e para o novo ano que começa. 

Leia mais sobre seguro de vida: https://blog.guiabolso.com.br/temos-uma-novidade-na-prateleira-do-guiabolso-seguro-de-vida-icatu/

Faça um mapeamento das suas despesas.

Agora que você já conhece quais são os gastos de início de ano, é momento de analisar se eles fazem sentido para você. Por exemplo, se você é proprietário de um carro, o IPVA e o DPVAT devem estar incluídos nas suas despesas do mês.

Tenha uma reserva destinada para essas despesas.

Assim como a reserva de emergência, tente ao longo do ano, criar uma reserva focada nesses gastos. Assim, você evita aquele aperto no começo do mês e ainda consegue descontos pagando à vista.

Pague à vista.

Se puder, sempre opte por fazer o pagamento dessas despesas à vista. Como muitos brasileiros acabam optando pelo parcelamento, os estabelecimentos normalmente oferecem um bom desconto. Principalmente os impostos pagos ao governo. Vale a pena entrar em contato com o órgão do seu estado e entender quais são as condições para esse pagamento.

Aproveite o começo de um novo ano para se organizar financeiramente e ter um novo relacionamento com o seu dinheiro. 

Para organizar suas finanças neste começo de ano, baixe o app e conheça a função de planejamento e agenda.

Baixar app Guiabolso

Leia mais:

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *