Crise do coronavírus: nossos gastos com aplicativos já começaram a mudar?

apps_comida_coronavirus_gastos

Por Marcela Rampini

Que a economia vai ser afetada pela quarentena do coronavírus, todo mundo já sabe. E justamente por isso esse é um momento muito importante pra começar a entender o impacto da mudança no nosso dia a dia, inclusive na nossa rotina financeira. Caso você ainda não tenha visto nada do que a gente tem falado sobre Covid-19 e economia, seguem alguns links:

A gente já vem falando sobre como os nossos gastos poderiam mudar, pois há gente de home office e, com isso, muitas despesas podem ser cortadas. Ao mesmo tempo, outros gastos tendem a aumentar. Foi pensando nisso, que o Guiabolso fez uma pesquisa pra entender o comportamento dos gastos especificamente com aplicativos de transporte e de comida nas últimas semanas. Mais de 250 mil usuários participaram dessa pesquisa.

Aplicativos de transporte

A pesquisa mapeou os gastos dessas pessoas e mostrou que nas primeiras três semanas de março o valor médio de gastos com aplicativos de transporte (Uber, 99 e Cabify) teve uma queda de cerca de 30%, se compararmos a semana do dia 16/03 (quando a quarentena começou a valer oficialmente) e a semana do dia 02/03 (quando o coronavírus já estava circulando no país, mas a crise não havia se estendido). 

Período do mêsGasto médioPessoas com esse tipo de gasto
02/03 a 08/03R$ 63.423.64%
09/03 a 15/03R$ 58.2523.13%
16/03 a 22/03R$ 44.5117.45%
23/03 a 29/03R$ 37.545.70%

A diminuição de gastos com aplicativos de transportes geral já podia ser esperada levando em conta a quantidade de pessoas em trabalho remoto e realmente evitando sair de casa. A terceira coluna mostra exatamente isso: enquanto na primeira semana de março, 23,6% dos usuários tinham esse tipo de gasto, na terceira semana o porcentual havia caído para 17,5% das pessoas.

Aplicativos de comida

Agora, quando o assunto é apps de comida, a história é um pouco diferente. Mesmo com muita gente em casa cozinhando a própria comida, esse gasto não foi cortado totalmente. Ele diminuiu, é verdade, mas a quantidade de pessoas que pedem comida chegou a aumentar!

Período do mêsGasto médioPessoas com esse tipo de gasto
02/03 a 08/03R$ 93.6210.52%
09/03 a 15/03R$ 65.6711.35%
16/03 a 22/03R$ 76.9112.94%
23/03 a 29/03R$ 90.7315.93%

É importante ressaltar que, mesmo assim, as pessoas  conseguiram diminuir o gasto médio em 17,8%. A gente sabe que vai ser difícil passar a quarentena toda cozinhando e vai pintar a vontade de pedir comida em alguns momentos, mas pelo menos o consumidor tem feito compras mais  conscientes de comidas mais baratas.

O momento é importante para acompanhar ainda mais de perto as suas finanças e caso você ainda não faça isso com frequência, te trouxemos três dicas:

Dicas para lidar com aplicativos

1 – Acompanhe de perto a fatura do cartão

Se você não tem nenhum controle financeiro, o cartão de crédito pode ser seu inimigo. O ideal é que você não utilize mais do que 35% da renda com gastos que não são essenciais. Para saber se está ultrapassando esse limite, acompanhe a fatura, sobretudo os gastos com apps. Você pode fazer isso no aplicativo do cartão ou mesmo no Guiabolso.

O nosso aplicativo, além de te deixar totalmente tranquila porque é super seguro, sincroniza a sua conta bancária e organiza seus gastos sem você ter trabalho. Com ele, você pode fazer seu planejamento financeiro para cada categoria, contratar novos serviços, acompanhar sua saúde financeira e tantas outras coisas. 

2 – Coloque um limite de gastos

Para esses gastos que são pequenos, mas acontecem sempre, o ideal é colocar um teto. Conforme o mês passar e você acompanhar a fatura, verá se está perto de atingi-lo. Ao estabelecer um limite de gastos, você consegue se planejar e a fatura não vai te surpreender no fim do mês.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *