Redução de dívidas: considere mudar para um plano de saúde mais barato

reducao de dividas escolha um plano de saude

Saúde é uma coisa importantíssima, mas, infelizmente, também é muito cara. Apesar de necessário, o plano de saúde pode ser também um grande vilão no orçamento, por isso na hora da redução de dívidas o planejamento financeiro é essencial para que você coloque todos os prós e contras de cada gasto mensal – inclusive analisando com cuidado se o plano de saúde que você tem é realmente o necessário. Muitas vezes é possível trocar a modalidade ou a operadora sem prejuízo. Fazer a cotação on-line de diversas operadoras é essencial. Comece fazendo uma comparação entre as empresas que oferecem o serviço, o que você consegue de forma fácil e prática no site www.escolherseguro.com.br, por exemplo.

reducao de dividas na hora de escolher plano de saude

Veja o que outros oferecem em comparação com o seu atual e qual a sua abrangência – na maioria das vezes o que muda são os hospitais oferecidos. Analise se é possível ficar sem esses hospitais, levando em consideração itens como a qualidade no atendimento e a proximidade com a sua casa ou trabalho. Procure ver também os prazos de carência e se esta pode ser negociada se você migrar para outra empresa.

reducao de dividas escolha um plano de saudeColoque tudo na ponta do lápis e faça um planejamento financeiro levando em consideração, por exemplo, que itens como quarto particular e reembolso encarecem a mensalidade. Por outro lado, no entanto, procure saber a respeito da reputação da empresa que está oferecendo o serviço, a quantidade e as reclamações mais comuns dos consumidores.

compare-os-servicos-entre-um-plano-de-saude-e-outroSaúde é um assunto sério, mas na comparação de preços você pode conseguir serviços muito bons em um plano de saúde mais em conta. De qualquer forma esteja certo de que as mudanças não trarão prejuízo mais na frente e que você terá cobertura em todas as suas necessidades reais. E lembre-se: a pesquisa é a sua maior aliada na hora da redução de dívidas.

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *