O dia em que eu quebrei meu carto de crdito

perigo fogo

banner-mktplacedireto-2

Por Isabella Mello

O ttulo do texto j d um spoiler do que eu passei – e que muitos, com certeza, j enfrentaram tambm. Acho que bem comum se empolgar com o primeiro salrio. Voc v aquele dinheiro entrando na conta como se fosse o que faltava para ter tudo o que sempre sonhou. So tantas opes e desejos que voc no sabe nem por onde comear E, ento, gasta com tudo o que aparecer pela frente.

Foi exatamente essa brilhante ideia que eu tive. Por alguns meses, pagava meus gastos bsicos e depois j me preparava para torrar todo o resto. Afinal, reserva de emergncia pra qu??? (contm ironia, t?).

O que eu esquecia de considerar que, s vezes, parcelava algumas compras. Como no tinha o costume de planejar as minhas finanas, no ms seguinte nem lembrava mais que uma parte da renda j estava comprometida e, sem nenhuma dificuldade, fazia ela sair da minha conta bem rapidinho. O resultado? No conseguia mais pagar toda a dvida do carto de crdito e comecei a sentir o peso dos juros bancrios.

As taxas foram acumulando e a dvida crescendo. Como num passe de mgica, tudo se multiplicava – inclusive o meu desespero. A melhor soluo que eu encontrei foi quebrar meu carto. Ufa! Sentia como se essa fosse a deciso que resolveria toda a minha situao financeira. Mas no seria to fcil assim, n? Claro que no ter mais o carto de crdito me ajudou a no criar novas dvidas, mas quebr-lo no resolveu as minhas pendncias. Era preciso fazer muito mais – e para finalizar a srie de posts da Semana ENEF, vou compartilhar o passo a passo que segui para dar a volta por cima!

Adotar um planejamento financeiro foi o primeiro passo para tomar as rdeas do meu oramento. Sabendo quais eram, de fato, os meus gastos necessrios, consegui decidir onde economizaria e quanto poderia ser utilizado por ms para pagar a dvida.

Mas com os juros altos que eram cobrados, sair dessa bola de neve sem uma ajudinha seria bem difcil. Ento, optei por pedir um emprstimo pessoal com taxas menores. Assim, com esse dinheiro em mos, deu para negociar com o banco um descontinho e quitar toda a dvida de uma vez s. Agora, tinha um crdito que cabia no meu bolso – e que, mesmo assim, merecia toda a ateno e cuidado para ser pago no dia certo!

Minha me sempre dizia que de cada situao tiramos um aprendizado. E nesta, sem dvidas, entendi a importncia de um bom planejamento financeiro! Entender a renda, as prioridades, quanto precisamos guardar por ms e, ainda, os sinais de que a nossa sade financeira no vai to bem fundamental para agir por precauo e impedir que uma dvida tire o nosso sono.

 

Leia tambm os outros textos da Semana ENEF:

+ O poder da multiplicao

+ Prepare-se para chegar l

+ Eu tenho um sonho…

banner-mktplacedireto-2

Comments

comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *