Dicas para controlar gastos nas viagens

IOFSignificadoValor

Fazer uma viagem não precisa significar um peso em seu orçamento. Se vai viajar sozinho ou mesmo com a família, existem orientações que podem te ajudar a se planejar para se divertir sem perder controle dos gastos. Afinal, momentos de lazer são importantes, você só precisa saber escolher o que cabe no seu bolso.
Separamos as dicas mais importantes para você controlar seus gastos nas suas viagens. Confira-as antes de sair de férias!

Programe-se com antecedência

Depois de definir o destino pretendido, é hora de se planejar. E é bom fazer isso alguns meses antes. Assim você pode achar passagens e reservar hotéis por preços muito mais em conta e ainda terá tempo para pesquisar sobre o local. Os pacotes de hotéis reservados com antecedência costumam incluir diferenciais como café da manhã e até descontos em passeios. Fique atento também a promoções de cartões de crédito e empresas de transporte aéreo, que disponibilizam passagens e até hospedagem com o acúmulo de milhas, o que é uma grande vantagem quando se quer economizar.
Se você vai viajar com crianças, procure por locais que ofereçam valores menores para o transporte, refeições ou mesmo a hospedagem dos pequenos. Principalmente se forem menores de 12 anos, este tipo de facilidade é bem comum e o dinheiro destinado anteriormente aos filhos, pode ser transferido para fazer refeições em restaurantes melhores ou até viabilizar alguns passeios.

Pesquise sobre o destino

Na internet é fácil encontrar opiniões de pessoas que já visitaram o destino que você escolheu que,  diferentemente de uma empresa de turismo ou rede de hotéis, vão conseguir indicar locais em que passaram bons momentos ou experiências ruins. Procure por referências de passeios bons ou não, para que não precise decidir no momento da viagem e sem referências. Tente definir antes o que será prioridade para ser visitado, como um museu novo, zoológico ou mesmo um restaurante interessante. Use a internet, amigos, resenhas de revistas de viagens para verificar se este tipo de visita cabe em seu plano.
Pesquise também sobre as melhores regiões para se hospedar, dependendo de seus objetivos. Se estiver planejando conhecer parques ou locais afastados, consulte a disponibilidade de transportes alternativos como trens e ônibus e também a possibilidade de alugar um veículo. Muitas vezes o gasto com o aluguel por dia e gasolina ficam menores do que se locomover de táxi, por exemplo. Caso o seu objetivo só inclua conhecer a cidade, invista em tickets de metrô e de ônibus que servem por vários dias ou trace rotas a pé, para conhecer o local de um jeito diferente.

Calcule os gastos por dia

Ao separar uma quantia diária fica mais fácil se controlar e ainda ajuda a poupar para comprar lembranças para familiares e amigos. Defina o que pretende destinar a refeições, quais passeios pretende fazer em cada dia, o que vai gastar para ir e voltar e também reserve uma parte para emergências. Existem simuladores de valores de táxis para várias cidades (no Brasil você pode acessar o site: http://www.tarifadetaxi.com/ para consultar tarifas por trecho, por exemplo).
Ao fazer as compras, evite locais destinados somente a turistas, como muitos hotéis ou guias oferecem. Geralmente os preços são elevados justamente por se tratarem de pontos turísticos. Por isso, pergunte antes para pessoas que já visitaram a cidade ou consulte sites especializados que contenham guias dos melhores roteiros de compras.

Outra dica é tomar cuidado com o cartão de crédito. Se for viajar para o exterior, lembre-se que o valor computado no pagamento da fatura é a cotação daquele dia, além de haver cobrança de 6,38% de impostos (IOF). Prefira pagamentos através de cartões de débito ou à vista.

Passeios culturais

Toda cidade possui suas opções de lazer que não são pagas. Parques, exposições ou mesmo a visita a bairros ou prédios históricos podem fazer parte de seu roteiro. Algumas destas sugestões disponibilizam, inclusive, a entrada de graça em um dia da semana ou vendem os ingressos pela internet com valores menores, como é o caso do zoológico do Central Park, em Nova York.  Aproveite para entender como funciona a rotina dos moradores locais e se enriquecer culturalmente sem necessariamente gastar dinheiro!
Com essas dicas você poderá aproveitar mais a viagem sem prejudicar seu orçamento. Aproveite para ler bastante sobre o destino e fazer da sua viagem um momento prazeroso e inesquecível!

]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *