5 dicas para sair das dívidas

banner-GB
sair das dívidasSempre ouvimos falar que as famílias brasileiras gastam mais do que ganham, acumulam dívidas e o nível de inadimplência só aumenta. Vemos propagandas de crédito sem consulta ao SPC e Serasa, dinheiro rápido e fácil até mesmo para quem tem restrição cadastral. Mas, será que isso mesmo resolve o problema e ajuda a colocar a sua vida financeira em ordem? Acompanhe o post de hoje e veja algumas dicas para sair das dívidas de uma vez por todas!

Faça uma lista das despesas

Sim, esse é momento mais difícil de todos, mas, é o ponto de partida para sair do buraco. Então, coragem! Comece listando todas as dívidas e faça separadamente uma planilha com todas as suas despesas fixas, incluindo contas como as de água, luz, telefone e internet. Mesmo nesses casos em que a variação é pequena, é possível fazer alguma economia.

Fuja dos juros altos

Agora que você já tem uma noção do tamanho da dívida, comece por estabelecer prioridades. A primeira delas é fugir dos juros altos. Se você tem vários empréstimos e cartões de crédito, priorize o pagamento daqueles que possuem os maiores juros.
Se possível, pague sempre o total das faturas do cartão – os juros do rotativo do cartão ultrapassam 400% ao ano. Caso não tenha o dinheiro, considere fazer um empréstimo com juros menores para quitar as dívidas e deixar tudo concentrado em um lugar só. Geralmente, nesses casos, os empréstimos consignados são a melhor alternativa, seguido por crédito pessoal.
Fuja também do limite do cheque especial, que cobra juros de mais de 250% ao ano. Esse crédito deve somente ser usado em caso de emergências mas, infelizmente, o que se percebe é que as pessoas entendem que ele faz parte da sua renda e acabam pagando juros atrás de juros a cada vez  que o salário cai na conta.

Anote tudo o que gasta

Pode parecer exagero, mas não é! Se o seu objetivo é vencer as dívidas, anotar todo o dinheiro que sai deve fazer parte da sua rotina. Hoje em dia, existem muitas alternativas simples para criar esse hábito. Se você não costuma usar o computador quando chega em casa para jogar os dados em uma planilha, certamente tem um smartphone e pode baixar um aplicativo para controle dos gastos. Caso contrário, um bom caderno de notas faz a função.
Você tem mais de um cartão de crédito? Procure unificar as contas em um único cartão. É melhor que você se assuste pelos gastos já no começo do mês aumente a economia a deixar para descobrir somente com a fatura fechada.

Economize

É possível conseguir resultados impressionantes com pequenas economias. Crie o hábito de deixar a televisão desligada quando estiver no computador, não demore no banho e conserte vazamentos. Encare isso como um desafio e acompanhe mensalmente as pequenas economias nas contas de consumo. Você verá resultados significativos ao longo dos meses!

Fuja dos parcelamentos

Talvez um dos principais vilões das faturas impagáveis dos cartões sejam os parcelamentos. Eles dão a falsa ideia de que você não gastou tanto assim. Quando você se dá conta, está com várias contas parceladas de valores muito pequenos, mas que, somadas, resultam em uma parcela muito alta.
Para fugir dessa armadilha, toda vez que você quiser comprar alguma coisa mais cara, calcule o parcelamento e deposite mensalmente o valor em uma poupança. Quando tiver o valor total, faça a compra à vista.
Faça uma verdadeira guerra contra as dívidas e, com esses hábitos, não deixe a situação chegar a um ponto crítico novamente. Você tem outras dicas para sair das dívidas que gostaria de compartilhar conosco? Conte para os outros leitores através dos comentários!
banner-GB-2
Leia também:
– Compare 4 opções de empréstimo pessoal online
 As 4 melhores planilhas de gastos pessoais para o seu dinheiro
 50 dicas para aprender como economizar dinheiro
 Planilha de gastos no Excel ou controle financeiro online?
 Planilha de gastos mensais: como fazer?]]>

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *