Documentos necessários para um empréstimo pessoal online

blog_documentos

Por Marcela Rampini

Os documentos necessários para um empréstimo pessoal online costumam ser o RG (ou documento equivalente), CPF, comprovantes de residência e de renda. Essa lista pode sofrer uma pequena alteração dependendo do lugar com quem se negocia o empréstimo. As empresas vão esses documentos para comprovar a identidade de quem pediu o dinheiro e a capacidade dele de pagar as parcelas acordadas.

Lista de documentos necessários para um empréstimo pessoal online

Pode existir algum tipo de mudança na lista de documentos exigidos pelas instituições e na forma como eles vão ser apresentados, por exemplo, pessoalmente ou pela internet. Normalmente a lista conta com os itens mais pedidos está listada pelo Guiabolso:

  1. RG
    Caso você não tenha RG, todos os bancos e financeiras aceitam a substituição por outro documento oficial com foto: CNH (Carteira Nacional de Habilitação), passaporte, carteira de trabalho, como carteiras de identificação profissional, aqueles dos Conselhos Nacionais ou regionais do seu emprego (OAB, CRM). Caso seja estrangeiro vai precisar da RNE (Registro Nacional de Estrangeiro).
  2.  CPF
    Esse não pode ser substituído por um documento equivalente. 
  3.  Comprovante de residência
    Uma conta recente de luz, água, gás ou telefone são usados para comprovar o local onde você mora sozinho ou com as pessoas da sua família. Geralmente as instituições consideram recentes as contas de até três meses atrás. O ideal é que estejam no nome de quem solicitou o empréstimo, caso contrário, será preciso adicionar um novo documento à lista: a certidão de casamento ou o próprio RG, tudo isso para provar o vínculo de família com o cônjuge ou os pais. 
  4. Comprovante de renda
    É mais comum comprovar os rendimentos mensais com um simples extrato da conta bancária. Também vale como opção a cópia do imposto de renda ou da carteira de trabalho. Outros comprovantes de vínculo empregatício também podem ser aceitos, como contrato de trabalho ou social da empresa (caso seja o proprietário ou sócio), identificação de Microempreendedor Individual (MEI) ou uma prova das receitas recebidas como trabalhador autônomo.

E o que as empresas fazem com eles?

Normalmente os documentos são usados pela empresa por 3 razões fundamentais:

  • comprovar a identidade de quem está pedindo o empréstimo pessoal
  • saber onde é possível encontrar o cliente em caso de problema
  • verificar a condição econômica e a real possibilidade de arcar com o valor das parcelas fechadas no momento do pedido

O prazo para a análise de crédito e dos documentos e aprovação do pedido de empréstimo pessoal costuma levar alguns dias entre as principais instituições financeiras do país. Além desses três passos ainda é comum que se faça um outro tipo de consulta.

Checando a reputação de quem pediu o empréstimo

A lista de documentos também serve para que a empresa que fez a oferta de crédito verifique como está a reputação do futuro cliente no mercado. Para isso ela pode recorrer a informações próprias ou levantamentos de lugares especializados, como por exemplo Serasa e Boa Vista.

As duas instituições costumam informar o chamado score de crédito. Quanto mais alto ele for, mais fácil conseguir o crédito pessoal e melhores vão ser as condições e prazos de pagamento.

No entanto, se engana aquele que pensa ser impossível conseguir um empréstimo mesmo com score baixo ou o nome negativado. A única diferença é que a taxa de juros deverá ser maior e o prazo para pagar poderá não ser tão grande assim.

Outros cuidados antes de separar os documentos exigidos em um empréstimo pessoal online

A análise da oferta de crédito também precisa incluir a comparação entre o valor pedido e o total devolvido no final do contrato. Por isso mesmo é muito importante simular os valores e fazer comparação entre os concorrentes.

Ao projetar quanto vai ser a parcela e por quantos meses você terá que pagá-la, é possível descobrir qual a taxa de juros que vai ser cobrada e saber se a instituição está sendo transparente e revelando o Custo Efetivo Total do empréstimo ou somente a taxa nominal dele. 

E a comparação dos concorrentes facilita encontrar o melhor preço e as condições disponíveis mais favoráveis, mesmo para quem já contratou um empréstimo. Sempre é tempo de negociar e até pedir a portabilidade do empréstimo se uma oferta melhor não for coberta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *