Elimine os gastos com consertos e construções para reduzir as dívidas

obra-2

Com a expansão do segmento imobiliário, o brasileiro se sentiu confiante para comprar imóveis, alugar casa maior ou reformar a residência. Durante o processo de consertos e/ou construções, os proprietários procuram deixar tudo com sua cara, mas isso pode ter custos altos.

obraSabemos que é difícil, mas eliminar gastos com consertos e construções talvez seja, por algum tempo, a melhor medida. Caso tenha chegado a essa conclusão, meus parabéns, porque é realmente difícil.

Nessa decisão, que visa redução de dívidas, é necessário adotar alguns procedimentos. Primeiramente, procure rescindir o contrato da mão-de-obra responsável por executar cada etapa da reforma. Seja claro sobre os motivos pelos quais teve de decidir pela parada da obra, pois uma pessoa responsável não é aquela que apenas honra dívidas, mas aquela que também assume quando algo não vai bem e imediatamente toma medidas cabíveis.

reducao de dividasLogicamente, romper com o fornecedor pensando na redução de dívidas pode custar uma multa. Dependendo de como você abordar esse prestador de serviços, dá até para fugir disso, ainda mais se você der a entender que pretende retomar a reforma tempos depois.

Não é apenas com fornecedor de mão-de-obra que você deve se preocupar na hora da redução de dívidas. Caso tenha comprado materiais de construção que ainda não foram entregues, tente cancelar o pedido. Dependendo dos trâmites logísticos, isso é possível.

construcaoCaso tenha comprado materiais que se expostos ao tempo podem se deteriorar, tente devolvê-los. Sabemos que é difícil, mas não custa tentar. Dependendo do fornecedor, ele até pode aceitar. Bom, sendo possível conseguir parte do dinheiro de volta, de modo que os dois lados não tenham prejuízo, ótimo.

Antes de interromper a obra, procure proteger os materiais “restantes” da chuva, do sol e da umidade.

]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *