Empréstimo para abrir um negócio vale a pena?

imposto-marcos-santos-usp-imagens-1536x1024

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-mktplacedireto-2-2.png

Uma das maiores dificuldades na hora de abrir um negócio é a falta de recursos financeiros. Será que é uma boa ideia fazer um empréstimo para dar um pontapé inicial no seus planos?

A convite do Guiabolso, nós da Creditas vamos te ajudar a entender como um empréstimo pode te dar uma força na hora de abrir um negócio e, principalmente, se esta é uma boa ideia para você.

Quando pegar um empréstimo para investir em um negócio vale a pena

Mais importante do que conseguir um empréstimo para abrir seu negócio, você precisa, antes de qualquer coisa, ter certeza de que necessita contratar um crédito para botar sua ideia em prática. Muitas pessoas não têm uma ideia clara do que precisam ou não necessitam contratar empréstimos.

A melhor estratégia é fazer um planejamento do seu negócio. Verifique o quanto ele é rentável; analise a demanda inicial; pesquise seu público-alvo; converse com possíveis fornecedores; e faça um levantamento dos seus possíveis concorrentes.

Lembre-se que, se você pegar um empréstimo para dar um gás no seu negócio sem ter uma ideia da rentabilidade nos primeiros meses, você pode acabar perdendo o rumo da sua empresa antes mesmo de ela mostrar potencial (situação bastante crítica caso você esteja em busca de investidores para o seu negócio).

Além disso, se você precisar de muito tempo para que o seu negócio comece a dar lucro, considere outras possibilidades, como juntar dinheiro, buscar sócios ou investidores, ou até mesmo iniciar um negócio de pequeno porte e expandir aos poucos. É possível, inclusive, que um empréstimo só faça sentido para o seu negócio em um cenário de expansão de estrutura ou operações. Ou seja, só no futuro.

O seu planejamento também deve considerar que pegar um empréstimo para abrir uma empresa é válido somente quando o seu negócio permitir ter rendimento suficiente para manter as atividades e pagar as parcelas do empréstimo. Um empréstimo considerado bom tem parcelas que representam entre 20% e 25% do lucro líquido da empresa.

Como escolher o melhor empréstimo

Você pensou, planejou e decidiu pegar um empréstimo para abrir seu negócio. O desafio agora é encontrar uma linha de crédito que atenda á sua necessidade. Cada modalidade apresenta taxas de juros, condições, valores e regras específicas.

  • Empréstimo Consignado

O consignado é uma das modalidades de crédito com as menores taxas de juros do mercado. O pagamento é feito por meio de parcelas descontadas diretamente do holerite ou da aposentadoria da pessoa, facilitando tanto para quem empresta o dinheiro quanto para quem recebe.

Além das taxas de juros competitivas, o consignado tem um prazo de 72 meses para a quitação da dívida.

A desvantagem do consignado é o fato de que somente pensionistas, aposentados do INSS, funcionários públicos e funcionários de instituições privadas que oferecem o consignado podem pedir esse crédito.

Veja os 5 maiores riscos e benefícios do empr?stimo consignado.

  • Empréstimo Pessoal

O empréstimo pessoal é um dos créditos com menos burocracia na hora da contratação, podendo ser contratado de forma totalmente online com apenas alguns cliques.

O crédito pessoal é uma modalidade relativamente acessível, o que pode ser uma boa opção caso você precise de capital rápido. Uma desvantagem, no entanto, é que suas taxas de juros tendem a ser mais elevadas. Mas nada que se compare ao rotativo do cartão de crédito ou aos juros do cheque especial.

Por serem estruturadas de maneira a reduzir os custos nas operações de crédito, algumas opções de crédito online oferecem taxas bem mais competitivas.

  • Usando Capital de Giro como Empréstimo Factoring

Em termos simples, a factoring é uma maneira relativamente segura de receber á vista o que se vendeu a prazo. O cliente, muitas vezes empresário, utiliza a factoring para intermediar o processo de desconto de duplicatas, ou seja, a factoring compra a duplicata da venda a prazo e paga o valor do título a vista para o cliente.

A factoring e uma excelente opção para quem precisa comprar matéria-prima com frequência, recebe uma quantidade muito grande de cheques pré-datados ou faz vendas de grande valor a prazo.

  • Empréstimo com Garantia

Assim como o consignado, o empréstimo com garantia apresenta uma das menores taxas de juros do mercado. Nessa modalidade você pode fazer um empréstimo com garantia de veículo ou com garantia de imóvel. Ou seja, você utiliza um bem pessoal como garantia do pagamento do seu empréstimo. Isso faz com que o risco da operação diminua para a instituição financeira, reduzindo também a taxa de juros do empréstimo.

Além das taxas mais baixas, uma outra grande vantagem do empréstimo com garantia é o prazo. Nessa modalidade, você tem até 240 meses para pagar, ou seja, 20 anos.

A desvantagem é que, necessariamente, o solicitante precisa ter um imóvel ou veículo para ser colocado como garantia na operação de crédito. Além disso, você corre o risco de perder o bem caso não tenha condições de pagar o empréstimo.

  • Cartão BNDES

O cartão BNDES é um tipo crédito voltado para a aquisição de bens móveis para o seu negócio e funciona como uma espécie de empréstimo para você abrir, ampliar ou reformar sua empresa. No entanto, só pode ser utilizado para a aquisição de certos tipos de bens.

Uma desvantagem é que o cartão BNDES é fornecido por bancos que levam em conta um relacionamento pré-existente com o solicitante para a aprovação e concessão do crédito. Ainda assim, a modalidade conta com taxas bem abaixo das praticadas pelo mercado e um prazo de até 48 vezes para o pagamento.

  • Microcrédito

É um tipo de crédito que viabiliza oportunidades para quem quer começar um negócio, mas tem pouco dinheiro.

O microcrédito pode ser solicitado por pessoas jurídicas formais (com CNPJ) ou informais (sem CNPJ) assim como para um pequeno empreendimento caseiro de fabricação de bolos, ou um salão de beleza nos fundos da casa. Esse tipo de crédito é concedido por instituições financeiras conveniadas e apresenta taxas de juros também bastante baixas.

Uma desvantagem considerável é que o prazo para pagamento costuma ser de 24 meses – pode ser pouco para quem está começando um negócio.

  • Documentos necessários

Para solicitar um empréstimo como pessoa física você precisará apresentar documentos pessoais atualizados como RG, CPF, comprovante de residência e, o mais importante, comprovante de renda.

No caso de pessoa jurídica, é necessário apresentar o CNPJ e os dados bancários da pessoa jurídica.

Os documentos aceitos como comprovantes de rendimentos são a folha de pagamento (holerite), declaração de Imposto de Renda, movimentação bancária dos últimos 3 ou 6 meses e DECORE para autônomos/empresários.
Por último, vale lembrar que qualquer restrição em rgs como SPC, SERASA e CADIM, pode prejudicar a aprovação do seu crédito junto á instituição de sua escolha.
O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é banner-mktplacedireto-2-2.png

Leia mais:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *