Empréstimo rápido - vale a pena tomar esta decisão com pressa?

shutterstock_128322329-1000x570

Você está precisando de dinheiro e a opção que parece mais conveniente para sair do vermelho é solicitar um empréstimo rápido? Por mais que existam dificuldades financeiras e problemas urgentes a serem solucionados, tomar atitudes precipitadas podem acabar piorando a situação. Então, antes tomar essa decisão, avalie todos os riscos e conheça outras alternativas.

Controle os impulsos

A proposta de dinheiro rápido e fácil é tentadora, mas muitas vezes não passa de ilusão. O mais surpreendente é que a cada dia aumenta a oferta e a procura pelos empréstimos rápidos.

É impossível andar pelas ruas sem se deparar com a avalanche de propagandas oferecendo crédito simplificado e sem burocracia. Os apelos são muitos e normalmente quem está endividado acaba cedendo sem pensar.

Com as promessas de melhores taxas, parcelamentos longos, crédito sem consulta ao SPC e dinheiro para fazer o que quiser, realmente fica difícil resistir. Mas para não cair em uma armadilha, desconfie de tantas facilidades e não se deixe levar pelo marketing abusivo por parte dos bancos e financeiras.

Empréstimo também é dívida

O perigo de não pensar antes de pegar um empréstimo é acabar não se dando conta de que esse tipo de crédito também implica em uma dívida.

Aqueles com promessa de rápido e fácil são sempre os mais perigosos, pois geralmente possuem taxa de juros muito elevada. É justamente por isso que eles demandam mais cuidado do que as outras linhas de crédito.

Se sua dívida esperou até agora, não há porque não gastar um pouco mais de tempo avaliando as taxas de juros, comparando propostas e lendo os contratos, concorda?

shutterstock_128322329

Avaliando os pormenores

Será que realmente compensa apostar todas as fichas no crédito pessoal rápido? Para descobrir a resposta é necessário avaliar quanto tempo você vai levar para quitá-lo, quais as taxas aplicadas, qual  o valor total e o mais importante, será que você conseguirá pagar?

Depois de avaliar esses detalhes, busque uma segunda opinião e procure saber se existem reclamações contra o banco ou financeira. Assumir essa postura não exclui, mas certamente diminui os riscos.

Saiba quando utilizá-los

Os empréstimos pessoais não são contratados apenas por endividados, mas também por sonhadores. Muitas pessoas recorrem ao crédito com o objetivo de fazer uma viagem, comprar o carro 0 km, iniciar um pequeno negócio ou pagar a faculdade. Nesses casos, existem linhas de crédito mais adequadas. É mais vantajoso optar por um financiamento do que procurar o crédito pessoal rápido. Pense nisso!

Prefira o Crédito Consignado

Se você já avaliou os prós e contras e acabou descobrindo que o empréstimo rápido não é uma boa saída, talvez o melhor caminho seja escolher o crédito consignado para quitar débitos antigos e regularizar a vida financeira.

Como o valor das parcelas é descontado diretamente da folha de pagamento, esse tipo de empréstimo acaba tendo taxas de juros menores que o dos outros.

Agora que você viu essas dicas, lembre-se que fazer um empréstimo rápido implica em análises. Será que ele vale a pena no seu caso? Para emergências ele pode ser sim uma solução. Por outro lado, se o caso não for tão imediato, verifique todas as possibilidades e escolha aquela que for melhor para o seu bolso.

 ]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *