Estou devendo... DE NOVO! Descubra o passo a passo para quebrar o ciclo de endividamento

money-cycle

money-cycle

A cura definitiva para o endividamento

Descobrir a origem do seu problema de endividamento é um passo crucial para resolvê-lo. Você pode acreditar que sua dívida é um problema financeiro, mas, na verdade, ela é apenas um problema pessoal mascarado na forma de dívida. E é por isso que as soluções para problemas de endividamento normalmente nos iludem. Tratar dívidas como males financeiros é como tentar curar uma gripe assoando seu nariz a todo momento. O sintoma do problema é óbvio, porém, você não ataca causa daquilo que está te atormentando. Quando você não ataca a causa, você não resolve o problema. Em outras palavras, o endividamento costuma ser somente um sintoma de um problema muito maior: a tentativa de sustentar uma imagem e um estilo de vida que resulta em gastos excessivos. A regra é simples – você deve gastar menos do que ganha. Não há outra forma de contornar o problema. Apesar disso, ensinar um devedor crônico a gastar menos e ganhar mais é como aconselhar uma pessoa acima do peso a emagrecer comendo menos e exercitando-se mais. Todos sabem o que tem que ser feito. A parte difícil é realmente fazer o que deve.  

Como enfrentar o problema

É claro, você quer se livrar das dívidas o quanto antes, porém, soluções financeiras superficiais costumam apenas solucionar temporariamente o problema. Recorrendo a soluções como obtenção de novos empréstimos, troca de dívidas, venda de objetos como TV, carro ou casa, o problema não é atacado pela raiz. Você está tentando aliviar um sintoma do seu problema olhando apenas para o aspecto financeiro dele. Ao invés de fazer isso, você deve tentar entender o que está realmente causando o seu endividamento. Quais são as maneiras de gastar mais do que você ganha? Existem modos de identificar tais hábitos e muda-los! A cura permanente reside em atacar todos aqueles hábitos que consomem seu dinheiro de forma sistemática para que você não volte a se endividar. Não é uma ideia muito atraente, porém, ela resolve o problema permanentemente. Você deve persistir em mudar tais hábitos até você realmente começar a gastar menos do que ganha. Pode demorar, meses, até anos para atingir esse objetivo. Não tem problema, mesmo.  

Vá com calma, um passo de cada vez

A chave é evitar se afobar. Escolha somente um hábito que gera consumo excessivo e corrija-o. Depois, escolha outro. Faça isso repetidamente até que você consiga pagar todas suas dívidas. Você deverá ser paciente no momento que decidir por uma solução permanente, de longo prazo. A maioria das pessoas superestimam o que são capazes de conquistar em um mês do mesmo modo que sobrestimam o que são capazes de conquistar com três anos de muito esforço e dedicação. Seja persistente, você vai alcançar seu objetivo! Finalmente, estabeleça expectativas apropriadas, compreenda que isso não é uma solução rápida e paliativa. É uma solução que trará maior bem-estar para sua vida financeira no longo prazo. Tudo isso, pela mera transformação de hábitos que atraem dívidas. Quando você aprende a gastar menos do que ganha, seus problemas de endividamento desaparecerem para sempre… e isso, é uma coisa fantástica.   Traduzido do texto: “In debt…again! How to break the borrowing cycle” do blog do MINT.com]]>

Deixe seu comentário aqui

Seu enderço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *