Invista o 13° salário em sua carreira viajando barato nas férias

wordpackers

Texto: Parceria Worldpackers/ Edição: Guilherme Campos

Pra muita gente fim de ano é sinônimo de 13º salário e férias. Muitas passam os últimos meses do ano planejando como aproveitar essa folga para relaxar. Por outro lado, esse tempo livre pode ser usado de outra forma. Que tal um salto na carreira profissional com direito aquele upgrade?

Eis então que a bifurcação no caminho exige uma escolha para as férias: diversão e viagem ou melhora do currículo?

Os que escolhem a segunda opção podem argumentar que viajar resulta em gasto, ainda mais quando se leva em conta o valor dos pacotes de viagem. Então, o melhor seria focar na carreira e só pensar em sair para conhecer o mundo depois.

O que poucos sabem é que é possível ter as duas possibilidades de uma vez. Isso mesmo, investir em uma viagem também pode ser a chave para um salto profissional e para mais oportunidades do que apenas guardar dinheiro pra usar depois.

Sabemos que controle financeiro é essencial, se planejar e ter reserva de emergência mais ainda. Por outro lado, o esforço pode ser em vão se o dinheiro sempre for encarado como meio para conseguir algo maior, mas nunca a causa final disso. Calma que explico com uma pergunta (rs). De que adianta guardar o que você ganha e continuar no mesmo lugar de sempre?

A reflexão pode ser um convite pra deixar de lado velhos hábitos e pensar em outro investimento lucrativo: você. Calma que não leu errado. Isso mesmo, V-O-C-Ê!!!

Um começo pode ser usando o que ainda ficou do 13º salário pra viajar e dar um salto na carreira. Se isso for de forma supereconômica então, onde eu assino, eu quero melhor ainda.

Parece difícil ou inacreditável, mas não é mágica, muito menos golpe. Existem algumas formas de tornar isso realidade. Uma delas? Viajar voluntariando. Como? Você doa um pouco das horas do seu dia para ajudar o local e ganha a hospedagem em troca.

Uma plataforma super segura, fácil de usar e que te ajuda a encontrar os melhores voluntariados é a Worldpackers, empresa brasileira que nasceu de um desejo de alguns amigos de tornar o ato de viajar o mais democrático e acessível possível.

Desde 2014 a Worldpackers vem se empenhando em realizar o sonho das pessoas de viajar para mais de 170 países ao redor do mundo. Hoje, existem mais de 1,8 milhão de inscritos na plataforma. Eles decidiram viajar de forma econômica praticando a troca de experiências como voluntários.

Olha só algumas formas de voluntariar.  Pode ser trabalhando em:

  • Hostels
  • ONGS
  • Projetos de permacultura (sistema para criar ambientes humanos, sustentáveis e produtivos. Tudo isso em equilíbrio e harmonia com o meio ambiente)
  • Centros holísticos (espaços que usam um método diferente do tradicional para executar uma tarefa ou cumprir um propósito)

E mais. Você pode escolher onde quer ficar: cidade, campo, praia, montanhas ou florestas. E a escolha só depende do gosto naquele momento, do sonho ou da vontade de ter novas experiências.

Ainda está em dúvida se essa é a melhor opção para se investir dinheiro e o tempo livre das férias?

Ser voluntário te possibilita fazer funções inimagináveis ou pouco prováveis para sua realidade, além de ter contato diário com diferentes culturas, idiomas e países do mundo.

Você será convidado a sair da zona de conforto, do comodismo diário e da própria rotina, pra enxergar as coisas de forma diferente, ampliar o horizonte e entender que existem outras oportunidades que passam despercebidas.

E ao ter essa chance no colo de fazer novas conexões, se pode conhecer pessoas capazes de abrir outras perspectivas profissionais e que te ensinarão o que você achava impossível aprender.

Quem sabe o futuro sócio daquele projeto dos sonhos há anos guardado na tua mente não esteja em um desses lugares?

E se o foco é  aprender uma língua para melhorar o currículo, viajar como voluntário é uma ótima oportunidade, ainda mais com os preços dos  programas de intercâmbio e a pouca interação com os nativos que eles possibilitam.

Quer aprender espanhol nas férias?

Quer aprender inglês nas férias?

Como voluntário você imerge literalmente e 24 horas por dia na cultura local. Você escuta a língua diariamente da forma em que realmente é falada, e não como é ensinada nos livros e em salas de aula.

Esse pacote de experiências e de aprendizado não existe em todos os lugares. E se estiver disponível, não sairá no mesmo valor de viajar como voluntário. Além disso, você vai poder citar nas entrevistas de emprego as experiências adquiridas e como isso o torna mais maleável pra lidar com situações e conflitos profissionais do dia a dia.

Viajar como voluntário te trará mais autonomia, mais empatia e te ajudará a lidar melhor com as pessoas. Essa oportunidade pode te incentivar a  apresentar um projeto de trabalho que comprove sua preparação pra assumir aquele cargo tão almejado.

E ao ampliar horizontes é possível acabar com o impasse se o caminho profissional atual é mesmo adequado. Essa experiência pode levá-lo a descobrir outras habilidades que te levem a tomar outro rumo na carreira. 

Ao sair da zona de conforto as oportunidades podem surgir de forma mais clara, em um horizonte limpo e não num ambiente nebuloso ou confuso.

Nunca é tarde para fazer novas escolhas e realizar sonhos. Só é necessário dar o primeiro passo e mudar o foco: se colocar como prioridade. 

O mundo pode estar nas suas mãos, e não faltam oportunidade de conquistá-lo. Basta querer isso. E aí, topa viajar?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *